XII Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental – FICA

O XII Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental – FICA, que acontece de 8 a 13 de junho, na histórica Vila Boa, traz este ano uma extensa agenda composta por mostras de filmes, fóruns ambientais, mesas de discussão, palestras e cursos sobre cinema e ambiente, além de shows e outras atrações culturais.

Considerado o maior festival da América Latina e um dos maiores do mundo com esta temática, é dele também o título de maior premiação ofeecida, um total de R$ 240 mil.

Estabelecido ao longo de seus 12 anos como um importante evento relacionado ao ambiente o Fica tornou-se um mecanismo de discussão de ações e conseqüências para a preservação do planeta, abrindo espaço para o cinema com essa temática, gerando riquezas (como cultura e informação) e empregos, uma vez que fomenta o turismo e movimenta a economia local.

Confira a programação:

Filmes Inscritos Total – 548 Nacionais – 202 Internacionais – 346 Goianas – 38 Documentários – 423 Animação – 42 Ficção – 68 Séries Televisivas – 15 Curtas – 251 Médias – 185 Longas – 112

Maior procedência internacional (67 países participantes)

Brasil – 202 Alemanha – 37 França – 46 EUA – 44 Espanha – 20

Maior Procedência Nacional (17 estados participantes)

São Paulo – 41 Goiás – 38 Rio de Janeiro – 30 Minas Gerais – 20

Novidades

– Mobilização dos 18 municípios do Vale do Araguaia, para que participem ativamente do FICA, criam um Fórum de Desenvolvimento Sustentável do Vale do Araguaia.

– O FICA em Revista – publicação de periodicidade mensal, com informações sobre o festival, análises sobre sua evolução, dados sobre a Cidade de Goiás e sobre o Meio Ambiente.

– O novo site do FICA, mais dinâmico, funcional, moderno.

Artista Homenageado

Neste XII FICA, todo o material de divulgação é ilustrado com uma tela de Octo Marques, numa homenagem ao artista plástico goiano e vilaboense.

Programação do XII FICA Mostra CompetitivaMostra Infantil – FICA ANIMADO Mostra de Cinema BrasileiroMesas Redondas PalestrasCursos Shows Exibição dos filmes concorrentes: de 9 a 11 de junho Locais: Cine-Teatro São Joaquim e Cinemão

Júri Oficial

. Jacques Aumont – professor e pesquisador da Nova Sorbonne e uma das maiores autoridades mundiais em crítica, história e teoria de cinema

. David Doubnia – professor de Cinema da Universidade de Buenos Aires

. Inácio Araújo – crítico de cinema da Folha de S. Paulo, blogueiro (Cinema de boca em boca), e escritor. Autor dos livros: “Hitchcock, o Mestre do Medo” e “Cinema, o Mundo em Movimento”. Também atuou como montador, roteirista e assistente de direção e montagem em diversas produções

. Olgária Matos – filósofa, professora da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), criadora e coordenadora do curso de Filosofia, estudiosa da Escola de Frankfurt e pós-doutorada pela Ecole des Hautes Etudes em Sciences Sociales (França)

. Pedro Novaes – diretor, produtor e roteirista de cinema e televisão. Dirigiu cinco documentários e dois curtas de ficção. Também atuou como diretor de produção e assistente de direção na série “Xingu – A Terra Ameaçada”.

. Fabio Scarano – diretor-executivo da ONG Conservação Internacional, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro, membro da Linnean Society of London, ex-coordenador de Ecologia e Meio Ambiente da CAPES/MEC

. Luís Fernandez – cientista ambiental, pesquisador do Departamento de Ecologia Global do Instituto de Carnegie de Ciência (Stanford-EUA), professor da Universidade de Stanforf (EUA), ganhador do 2009 EPA Gold Medal, a medalha de ouro conferida pela Agência de Proteção Ambiental do governo americano a profissionais que prestam serviços considerado excepcionais.

Júri de Seleção

. Roberto Melo – (presidente do júri), filósofo, psicólogo, atuou também como jornalista e crítico de Cinema nos jornais O Globo, Jornal do Brasil, Correio da Manhã, na TV Globo, TV Manchete, TV Rio

. Kim-Ir-Sen Pires Leal – cineasta, fotógrafo, pós-graduado em Antropologia Visual, diretor de documentários premiados no 34º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, no festival É Tudo Verdade, e no VI FICA.

. Luiz Araújo – mestre em Teoria Literária pela Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais (Paris), cronista do jornal O Popular, escritor e ex-professor da Faculdade de Letras da UFG

. Luiz Felipe Mundim – diretor e roteirista, coordenador do Cinecube Cascavel, diretor regional do Conselho Nacional de Cineclubes, representante da Associação Brasileira de Documentaristas – Seção Goiás

. Maria Aparecida Batista Borges dos Santos – roteirista, mestre em Comunicação e Semiótica, especialista em Literatura Brasileira Contemporânea e em Roteiro e Multimídia, professora do Depto. De Letras e de Comunicação Social da PUC-GO

Mesas de Cinema

Consultor de Cinema: Lisandro Nogueira

Mesa 1

. A Civilização das Imagens: o que resta do cinema?

. Jacques Aumont – professor e pesquisador da Nova Sorbonne e uma das maiores autoridades mundiais em crítica, história e teoria de cinema

. Ismail Xavier – teórico e crítico de cinema, professor da ECA-USP, membro do conselho consultivo da Cinemateca Brasileira e autor de diversos livros sobre cinema

Mesa 2

. A Canção Brasileira

. José Miguel Wisnik – músico, pensador, crítico literário, professor de Teoria Literária da USP. Se autodenomia “uspianista” por conseguir unir literatura e música. É considerado um dos grandes compositores brasileiros da atualidade.

Mesa 3

. O Documentário Brasileiro

. João Moreira Salles – documentarista, diretor de filmes como Nelson Freire, Notícias de uma guerra particular e Santiago,que serão exibidos na Mostra de Cinema Brasileiro do XII FICA. É também jornalista literário e editor da revista Piauí.

Fórum Ambiental

MUDANÇAS AMBIENTAIS GLOBAIS: TENDÊNCIAS, CENÁRIOS E IMPACTOS

Consultor de Meio Ambiente: Laerte Guimarães Ferreira Jr.

Mesa 1

. Mudanças Climáticas e Biodiversidade

. Suzana Kahn – Presidente do Comitê Científico do Painel Brasileiro de mudanças Climáticas

. José Alexandre Felizola Diniz Filho – professor da UFG, pesquisador 1A do CNPq, um dos poucos brasileiros entre os membros as Sociedade Linneana de Londres (Fellow) e um dos mais produtivos cientistas do país em Ecologia.

Mesa 2

. Mudanças Climáticas e Cerrado

. Mercedes Bustamante – cientista, professora do Depto. De Ecologia da UNB, presidente do Comitê Científico da Comissão Nacional do Cerrado (ComCerrado). É uma das maiores especialistas mundiais sobre o Cerrado

. João Campari – diretor do Programa de Conservação das Savanas Centrais da The Nature Conservancy

Mesa 3

. Mudanças Climáticas e Cidades

. Kazuo Nakano – arquiteto, urbanista, pós-graduado em gestão urbana e ambiental pelo Institute for Housing And Urban Development – IHS (Rotterdam, Holanda), atuou no CEBRAP, foi gerente do projeto da Secretaria Nacional de Programas Urbanos do Ministério das Cidades. No Instituo Polis (SP), desenvolve pesquisas urbanas e coordena assessorias técnicas em diversas cidades brasileiras

. Newton Moreira de Souza – coordenador do Porgrama de Pesquisa e Pós-Graduação Geotécnica da UNB

Moderador das mesas do Fórum

. Marcel Bursztyn – ex-presidente da CAPES, professor da UNB, pesquisador do Centro de Desenvolvimento Sustentável, especialista em temas como Políticas Públicas e Desenvolvimento Sustentável, Economia e Biodiversidade

Cursos

Cinema

. Cinema e Filosofia – com Ricardo Musse

. Crítica de Cinema – Rubens Machado Jr

. Cinema e psicanálise, a invenção do espectador – João Ângelo Fantini

. Cinema e Meio Ambiente – Marcelo Lyra

. Direção em Documentário – Pedro Cezar

. O cinema de Tarantino – Mauro Baptista

. A mulher no Cinema – Rosa Berardo

Meio Ambiente

. Riscos geológicos: a ocorrência de acidentes na Cidade de Goiás e no Estado – Patrícia de Araújo Romão

. Aplicações e perspectivas do Google Earth na análise ambiental – Fanuel Nogueira Garcia

. Planejamento Urbano – João Baptista de Deus

. E essa tal de Biodiversidade? – Paulo De Marco Júnior

. Legislação ambiental: entendendo sobre direitos e deveres – Luciane Mascarenhas

. Análise Socioambiental da Bacia Hidrográfica do Rio Vermelho – Manuel Eduardo Ferreira e Pedro Vieira

. Manejo Sustentável de Espécies Nativas do Cerrado: frutíferas e medicinais – Maria Luiza da Silva Oliveira

Deixe um comentário


Confira também