Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Fim de tarde na praça Conceito Consciente

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Num calor de 36ºC, o goianiense aproveitou o fim de tarde do último domingo, 20/09, para se refrescar sob a sombra das árvores na Praça Conceito Consciente, no Setor Marista, em Goiânia. O local sediou mais um Circuito de Arte Consciente, que promove resgate de de brincadeiras tradicionais e retoma o antigo costume da convivência em praças.

Na ocasião, os participantes tiveram a oportunidade de conferir a apresentação teatral dos artistas do Circo Bambulengo entre outras atividades lúdicas e de integração. A Passeata de Robôs foi uma delas, em que crianças e seus pais puderam montar vestes de ficção científica com caixas de papelão e depois exibir o trabalho em um passeio divertido pela praça.

  • Mestre de capoeira jogando com o .oordenador de Responsabilidade Socioambiental da Consciente Construtora e Incorporadora, Felipe Inácio

  • O incorporador Ilesio Ferreira, a mulher Elsa Aparecida Alvarenga com as duas netas se divertindo durante brincadeira de criar robôs.

Ainda, o público, acomodado em cangas, pode se emocionar com a exibição do filme Cada Um Na Sua Casa. O clima de cinema foi proporcionado pelo telão de 4x5m, instalado na própria praça. O filme aborda uma relação de amizade entre uma adolescente chamada Tip com o alienígena Oh, temática que faz alusão ao conceito de integração promovido pelo evento.

Pensando na responsabilidade social a ação também contou com uma exposição de quadros inspirados na obra de Pablo Picasso, produzidas pelos alunos de sete a 15 anos de idade, integrantes do projeto Ministério Filantrópico Terra Fértil. A comida ficou por conta de barraquinhas e food trucks estacionados no local.

A advogada Elen Oliveira aproveitando o Circuito de Arte Consciente com as duas filhas

A advogada Elen de Oliveira levou as filhas Laura e Muriel, de dois anos e quatro anos para se divertir na praça. As pequenas aproveitaram para brincar no pula pula, fazer pintura de rosto e brincaram bastante. “Achei o máximo, muito legal, as empresas poderiam ter mais iniciativas como esta de trazer as pessoas para praça, fazer brincadeiras. Ultimamente, as crianças só querem saber de tecnologia, como video games, então foi uma tarde muito prazerosa com minhas filhas, e muito válida”, diz a mãe.

  • A advogada Elen Oliveira aproveitando o Circuito de Arte Consciente com as duas filhas

  • Crianças durante apresentação de capoeira no Circuito de Arte Consceinte.