Artistas circenses se reúnem no Teatro Otavinho Arantes

Palhaço Sapequinha durante espetáculo (Foto: Layza Vasconcelos )
Acontece no dia 27 de janeiro no Teatro Otavinho Arantes (Teatro In Acabado) em Goiânia a 1ª Mostra Cênica Ilusionistas do Cerrado e a 5ª Conferência dos Mágicos Goianos. No evento estarão artistas circenses em atividade no Estado de Goiás, especializados em números de mágica. A programação também prevê a realização do espetáculo coletivoIlusionistas do Cerrado, aberto ao público em geral. O projeto é uma realização do Grupo Asas de Picadeiro, Mr. Sam e Sapequinha Trupe Show, com apoio do Ministério da Cultura, por meio da Funarte, e da Secult Goiânia, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura.
Além da troca de experiências de caráter artístico, o evento constitui um fórum para a discussão da política voltada para as Artes Circenses, no Brasil. Qualificação profissional, mecanismos de financiamento e difusão do produto artístico, gestão e marketing são assuntos que integram a pauta do encontro, na manhã de domingo. “Uma oportunidade importante para aprimoramento dos trabalhos de uma classe que está em processo de organização, muito estimulada por festivais e eventos como este”, reflete Manoel Alves de Jesus, o palhaço e mágico Sapequinha.
A dupla Adam & Will (RS) ministra a primeira conferência, às 9h30, com o tema “Como vender seu espetáculo”. O segundo conferencista é Hugo Moraes (PR), que compartilha conhecimentos sobre “Mágica de improviso”. O público-alvo do encontro é formado por mágicos profissionais e amadores, também estão convidados produtores culturais com atividade no segmento.
No período da tarde, os participantes vão conhecer o histórico de trabalho do ilusionista uruguaio, Ledo, na terceira conferência, esperada pela rica oportunidade de troca de experiências. Começa às 16 horas, a Feira Mágica e o Bazar de Troca, com a exposição e comercialização de instrumentos e equipamentos que compõem os números clássicos e as releituras contemporâneas. As atividades contemplam ainda uma homenagem aos mágicos veteranos, Mr. Félix e Mr. Valmes, antes do tradicional Show de Gala que traz o espetáculo coletivo Ilusionistas do Cerrado.
O espetáculo Ilusionistas do Cerrado foi inspirado na beleza botânica do bioma cerrado e nos sons das águas do Aquífero Guarany. A primeira parte do espetáculo apresenta Performance de ilusionismo em pantomima, performance musical e demonstrativa.
O público é o foco da segunda parte do espetáculo, quando quatro ilusionistas clássicos e um cômico (palhaço-mágico), entram em cena para exibir ao respeitável público, suas proezas e habilidades artísticas, com efeitos de média e grande ilusão cênica. “A concepção que move este espetáculo de forma lúdica e criativa vem da premiada performance O Mágico Ecológico e a Bola Sagrada”, conta Sapequinha, autor do argumento.
A partir desta matriz criativa, surge o Ilusionistas do Cerrado, um espetáculo coletivo de Arte Mágica que lança mão de elementos conceituais que perpassam o ambiente onírico, a inovação de linguagem e o fortalecimento da cidadania. O projeto foi criado em 2009 e tem como objetivo central, dar visibilidade e reconhecimento digno à produção cultural feitas dos mágicos profissionais e amadores, que atuam neste seguimento das Artes Cênicas em Goiânia e Região Metropolitana.

Deixe um comentário


Confira também