Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Descubra os 7 principais tratamentos faciais para repaginar o visual

Se a sua aparência é mais velha que a sua idade real, é hora de apostar em alguns tratamentos rejuvenescedores, orientados sempre por um médico
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Nem sempre a aparência refletirá nossa idade de fato. Existem pessoas que já passaram dos 50 e continuam exibindo uma jovialidade, graças a uma boa genética, mas o mais comum é ter aparência mais envelhecida antes de atingir a maturidade. Isso acontece principalmente por conta do sol, que envelhece muito a pele, e de maus hábitos – cada vez mais frequentes – como dieta ruim, sedentarismo, cigarro, estresse, entre outros. “Nesses casos, conquistar uma aparência jovial envolve manipular os pontos de destaque da face, ou seja, pálpebras, nariz e boca, que são as regiões mais afetadas pela idade. E existe uma série de procedimentos com eficácia comprovada disponíveis no mercado para tratar essas regiões, incluindo opções cirúrgicas e não invasivas”, afirma o cirurgião plástico Dr. Mário Farinazzo, membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e Chefe do Setor de Rinologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Abaixo, ele explica melhor os procedimentos ideais para devolver jovialidade a sua aparência:

Toxina Botulínica: esse neuromodulador figura entre os tratamentos mais populares da lista, porque é capaz de paralisar a musculatura, diminuindo rugas de expressão, e apresentar excelentes resultados, podendo ser utilizado em diversas áreas da face.

Preenchimento com Ácido Hialurônico: esse injetável é capaz de conferir volume e hidratação ao rosto, sendo indicado para combater os sinais da idade, como a perda de gordura, ou para fazer a chamada “harmonização facial”, projetando mais o queixo e outras estruturas da face.

Rinomodelação: quem tem dúvida sobre realizar ou não uma rinoplastia pode optar pela rinomodelação como alternativa. “O procedimento produz resultados rápidos e satisfatórios por meio da aplicação de preenchedores injetáveis no nariz. No entanto, é necessário destacar que, como todo injetável, o resultado não é definitivo”, diz o médico. Ou seja, o procedimento requer manutenções após a substância injetada ser reabsorvida pelo organismo.

Bioestimuladores: também injetáveis, os bioestimuladores atuam estimulando a produção natural de colágeno para ajudar a manter a aparência jovial da pele. “Com o colágeno, a pele mantém a elasticidade natural, o que evita o surgimento de rugas e marcas de idade”, afirma o cirurgião plástico.

Segundo o médico, atualmente muitos pacientes também estão optando por cirurgias plásticas, que trazem efeitos permanentes – diferente dos procedimentos com agulhas. As principais são:

Blefaroplastia: cirurgia realizada na região das pálpebras, removendo pequenas bolsas de gordura e a pele excessiva da região para rejuvenescer a aparência dos olhos e, em muitos casos, melhorar o campo de visão.

Rinoplastia: cirurgia realizada na região do nariz para alterar sua aparência estética ou melhorar a respiração do paciente, podendo até mesmo ser combinada com outros procedimentos, como a septoplastia, para conferir resultados estéticos e funcionais. Se o tempo de recuperação e a dor são duas barreiras, fique tranquilo, porque o médico enfatiza que há técnicas menos traumáticas, como a rinoplastia preservadora.

Lifting: figurando entre um dos procedimentos cirúrgicos mais efetivos, o lifting é o procedimento que visa reposicionar os tecidos da face para seus locais de origem, eliminando rugas e marcas causadas pelo tempo.

Qual o procedimento ideal para mim?

Essa é uma pergunta que só pode ser respondida pessoalmente pelo cirurgião plástico, após uma consulta e análise da pele e suas estruturas. “Cada caso deve ser avaliado de maneira criteriosa para que o melhor caminho seja escolhido, levando em consideração os objetivos e necessidade de cada paciente. Por isso, é muito importante passar por uma consulta médica para que seja realizada uma avaliação precisa do seu caso”, finaliza o cirurgião plástico.