NEWS - 02/08/2017

Proteger os olhos do sol reduz aparecimento de doenças

Entre as doenças provocadas pela falta de óculos de sol estão a Catarata, a Síndrome do Olho Seco e o Pterígio


(Foto: Divulgação / Zeiss)

O uso correto de óculos de sol pode evitar várias doenças agravadas pela incidência da radiação solar. Algumas delas poderiam ser prevenidas ou ter seu aparecimento retardado se proteger os olhos com óculos escuros fosse um hábito entre as pessoas.

De acordo com Leandro Fleury, presidente do Sindióptica, dentre as doenças associadas com a radiação solar estão a Catarata, Degeneração macular relacional com a idade (DMRI), Pterígio e a Síndrome do olho seco. Elas não aparecem de uma hora para outra, mas tem seus avanços provocados pelo acúmulo dos raios UVA e UVB sobre os olhos ao longo dos anos. Sofrem especialmente aqueles que passam mais horas expostos ao sol ou têm olhos muito claros. Quando os sintomas aparecem, a doença já pode estar instalada.

O melhor tratamento ainda é a prevenção. Além dos exames de rotina com um oftalmologista anualmente, é fundamental usar óculos de sol de qualidade com lentes com fator de proteção de 400 nanômetros*. Os especialistas advertem que os óculos vendidos fora dos requisitos mínimos de qualidade são prejudiciais à visão.

Cuidado com óculos sem procedência
Os óculos piratas podem até ser acessíveis no quesito preço, mas estão muito distantes das normas de fabricação que garantem a autenticidade e a eficiência quando se trata de proteger os olhos da radiação. Geralmente, são óculos que só escurecem e não filtram a ação dos raios o que o torna ainda mais perigoso para a saúde. No escuro, as pupilas dilatam, e isso facilita ainda mais a entrada de radiação, o que pode causar danos ainda maiores.

É muito importante a consciência da sociedade na hora de escolher boas marcas e optar por adquirir os óculos em óticas formalizadas, onde sempre há um responsável técnico para orientar e fazer os ajustes necessários na hora de aviar a receita do oftalmologista.

*Nanômetro
A Escala Nanométrica refere-se a coisas muito pequenas. Conforme o Sistema Internacional de Pesos e Medidas, 1 nanômetro equivale a 1mm (a menor parte de uma régua, por exemplo) dividido 1 milhão de vezes. Essa unidade é usada para medir o comprimento de onda de luz visível.
 

Veja também