Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Exposição ‘ROGO Em Obras’, de Ronan Gonçalves chega ao Lowbrow

Público poderá conferir pinturas e um conjunto de ações performáticas que inclui fotografias e uma instalação artística relacional
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Ronan Gonçalves (Foto João Augusto)

O Lowbrow Lab Arte & Boteco estreia nesta quinta-feira (7) a mostra “ROGO Em Obras”, do artista plástico Ronan Gonçalves, que traz um conjunto de ações que tiveram espaço em cidades como Jataí (GO), Salvador (BA), Brasília (DF), Campinas (SP), São Paulo (SP), Niterói (RJ), Palmas (TO) e em Buenos Aires, na Argentina.

Serão expostos 45 trabalhos produzidos entre os anos de 2015 e 2020, sendo 25 pinturas de técnica mista, 10 fotografias em parceria com o fotógrafo Brummel Magalhães e a instalação Magdalena, uma arte suspensa construída a partir de coroas feitas de tecido, linha e arame.  A curadoria é de Roan Andrade e o texto da exposição é assinado por Hélio Tafner.

Com um sólido e potente corpo de trabalho construído ao longo dos últimos 15 anos, Ronan Gonçalves, o Rogo, expressa em suas obras a história de seu olhar e dos caminhos percorridos por sua subjetividade performática nas cenas urbanas e na natureza. Seus trabalhos ainda trazem personagens inesperados que parecem não ter movimentos de soltura, prendendo a atenção do público por suas aflições ou fobias. Uma referência ao transitório, ao instante finito e ao viver o agora, o tempo real e suas virtudes, conforme revela o artista.

“São obras elaboradas com a participação de outras pessoas, cujos corpos são envolvidos por diferentes materiais. Jovens, idosos, crianças e variados corpos colaboram como suportes vivos recebendo arte e dela fazem parte. Cor, textura, movimento e ritmo num vestuário tropical disfuncional, plástico por natureza, pintura-roupa, movimento visual ou imobilidade corporal. A coletividade imposta na ação torna o espectador parte da execução da obra em uma experiência mútua do espaço. Se comunicar é recriar códigos artísticos”, conta Rogo.

Ronan Gonçalves

Nascido em Rio das Flores, no Rio de Janeiro, Ronan Gonçalves da Silva Junior se mudou ainda pequeno para Jataí (GO), onde se dedicou à vida interiorana e aos deslumbres da infância com muita natureza, família, amigos e criatividade. Suas pesquisas artísticas na esfera da pintura em tela, desenho gestual no muralismo, cenografia e performance começaram em 2000, ano em que se mudou para Goiânia.

Na capital, participou de experiências artísticas na Universidade Católica de Goiás, nas áreas de design, arquitetura e urbanismo, e também na Faculdade de Artes Visuais da UFG. No ano de 2014, passou a residir na cidade de Campinas (SP), criando um intercâmbio de interesses artísticos com galerias. E dois anos depois, se mudou para Palmas (TO), desenvolvendo ainda mais seu trabalho nas artes visuais com a descoberta do profundo Cerrado.

Até hoje vive na capital tocantinense, onde atua como Instrutor de Arte e Cultura no Centro de Ensino Técnico e Artístico (CETA), da Fundação Cultural de Palmas, e colabora com a curadoria e montagem de exposições da Galeria Municipal, sendo um dos responsáveis pelo Salão de Novos Artistas. Também foi diretor de arte do premiadíssimo curta-metragem “Menina Bonita de Trança”, que galgou o prêmio de melhor trailer no Festival Internacional de Cinema em Gramado (RS), em 2018.

Em 2020, Ronan Gonçalves ganhou visibilidade nacional após ser selecionado no projeto Arte como Respiro: Múltiplos Editais de Emergência, iniciativa do Itaú Cultural. E neste ano, sua última performance, que leva o nome de Vermmelha, teve destaque internacional na Mostra de Vídeos Através dos Afetos, na cidade de Guimarães, em Portugal.

Programação musical

A abertura da exposição contará com show de soul, R&B e pop nacional e internacional com o cantor Arthu que, em 2018, representou o Estado de Goiás no The Voice Brasil, chegando às quartas de final nos times de Lulu Santos e Michel Teló.

E com discotecagem de Angelo Martorell, também conhecido como DJ Gordogroove, que atua no cenário musical desde 2000 e concentra sua pesquisa nos mais variados grooves da Black Music.

As apresentações terão início às 20h30 e, neste dia, o público poderá conferir a programação musical mediante doação de 2 kg de alimentos não perecíveis, que serão encaminhados para pessoas em situação de rua.

Miscelânea cultural

A exposição de arte e a programação musical integram o Miscelânea Cultural, projeto aprovado pelo Fundo de Arte e Cultura do Estado de Goiás. A iniciativa tem como intuito a dinamização de espaços culturais, oferecendo programação gratuita e de qualidade, com exposições de arte, oficinas e debates artístico-culturais e shows.

Serviço:
Exposição ROGO Em Obras, de Ronan Gonçalves
Abertura:
07 de outubro (quinta-feira), às 19 horas
Entrada para a exposição: Gratuita
Show com Arthu e DJ Gordogroove
Horário: a partir das 20h30
Entrada: 2 kg de alimentos não-perecíveis (exceto sal e fubá)
Local: Lowbrow Lab Arte & Boteco – Rua 115, nº 1.684, Setor Sul