Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Encontro de motonetas marca a abertura da exposição ‘Os Motonetas: A Magia das Rodinhas´

A mostra, que segue até o final de julho, irá recontar a vida de personalidades que marcaram o setor
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Diego Escalona – Lambreta Standart – 1957 150cc – arquivo Centro Cultural Movimento – MotoStory

Scooters e motonetas, de todos os tipos e cores, prometem tomar as ruas de Socorro (SP) no próximo final de semana. A cidade do interior paulista – 140 quilômetros da Capital – irá receber o encontro ‘Os Motonetas: A Magia das Rodinhas’, que acontece nos dias 27, 28 e 29 de maio no Centro Cultural Movimento (CCM), um dos principais museus dedicados a recontar a história das motocicletas e bicicletas no país.

O encontro também marca a abertura da exposição com mesmo nome que irá homenagear grandes personalidades deste segmento de duas rodas. A exposição ‘Os Motonetas’ segue até o final de julho e terá em exibição diversos modelos clássicos, assim como vídeos, troféus e uma porção de documentos históricos.

Organizado em colaboração com importantes nomes do setor motociclístico, como Sergio Paschoalini, Tatu Albertini, Mauro Letízia, Carlos Murari, Dani e Chiquinho Velasco, ‘Os Motonetas’ irá recontar a trajetória de algumas personalidades que fizeram e ainda fazem história no setor, entre eles Paolo e Gualtiero Tognocchi, este último recordista das antigas provas de Motonetas de Interlagos, e Diego Escalona, espanhol radicado em São Paulo que se tornou uma lenda do motociclismo nacional ao conquistar diversos títulos com sua Lambretta Standard de numeral 4.

A Lambretta modelo D foi fabricada na Itália de 1955 a 1956, e no Brasil entre 1955 e 1958.

Com estacionamento gratuito (área coberta somente para as motonetas clássicas), os ingressos para conferir a exposição – e todas as demais mostras do museu – custam R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia). Aqueles que trouxerem suas motonetas clássicas para o encontro, pagam apenas meia estrada no museu para os três dias de evento.