BELEZA - 15/01/2019

Como evitar o envelhecimento precoce da pele? Dermatologista dá dicas


(Foto: Divulgação / Freepik)

À medida que se envelhece, a pele é uma das primeiras partes do corpo que apresenta esses sinais. Linhas de expressão, rugas, flacidez e manchas são algumas das mudanças mais visíveis e que incomodam boa parte da população.

Sabemos que envelhecer é um processo natural da vida, mas será que existe alguma forma desses danos serem prevenidos ou atenuados? A dermatologista Gabrielle Mendonça, profissional que atua em São Paulo e Brasília, explica sobre as alterações e cuidados necessários para evitar o envelhecimento precoce da pele. Confira!

Quais cuidados devem ser tomados para retardar o envelhecimento da pele?

O envelhecimento cutâneo é um processo natural e progressivo. A pele é o maior órgão do corpo humano e está sujeita a danos ambientais causados pela radiação solar, vento e umidade, como também por hábitos de vida, tais como tabagismo e álcool. Alterações hormonais como menopausa, podem provocar alterações na pele como desidratação, flacidez e aumento das rugas.

O sol desempenha um papel relevante no processo de envelhecimento cutâneo. A radiação solar é um dos principais fatores de degradação do colágeno e esse dano é cumulativo, ou seja, quanto maior o tempo de exposição, maiores são os danos às fibras de colágeno provocando um afinamento da pele. Portanto, para retardar o processo de envelhecimento é importante manter os hábitos de vida saudável, bem como uma alimentação equilibrada e principalmente abusar do uso filtro solar diariamente. E por fim, o tratamento tópico com cremes anti-idades ou hidratantes. O uso de procedimentos estéticos também é uma excelente alternativa tanto para prevenção da degradação quanto para estimulação do colágeno e melhoria da qualidade da pele.

O botox preventivo é indicado a partir de qual idade?

A prevenção do aparecimento das rugas com o uso da toxina botulínica antes dos 30 anos é recomendada em casos específicos como, por exemplo, pacientes com pele muito clara e olhos claros, que tendem a contrair mais a região periocular involuntariamente e com isso aumentam a formação das rugas nessa região. Portanto, não há uma idade preconizada para o uso da toxina botulínica. Pacientes com vinte e poucos anos que já possuem marcas de expressão inicial já podem fazer esse procedimento desde que indicado e avaliado por um dermatologista.

É possível envelhecer bem sem passar por procedimentos estéticos?

Atualmente tem se cultuado intensamente a preservação da beleza e o retardo do envelhecimento. As pessoas estão cada vez mais vaidosas e preocupadas com a aparência física. Quem é influenciado por essa tendência tende a considerar que a prevenção do envelhecimento não se trata de acrescentar anos à vida e sim vida aos anos. Assim sendo, os procedimentos estéticos devem ser usados a nosso favor, com cautela, levando em consideração as características de cada indivíduo.

A dermatologista Gabrielle Mendonça é especialista em dermatologia clínica, cirúrgica, cosmiatria e estética (Foto: Divulgação)

Dra. Gabrielle Mendonça
Site:
 https://www.dragabriellemendonca.com.br/
Instagram: https://www.instagram.com/dragabriellemendonca/  

Veja também