Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Bridgerton: conheça alguns dos lugares onde a série queridinha do momento foi gravada

Sucesso da Netflix, produção mostra uma Inglaterra encantadora e que pode ser visitada
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
(Divulgação)

A segunda temporada de Bridgerton, lançada no último dia 25, tem dado o que falar entre os apaixonados pela série e já está entre as produções mais vistas da plataforma de streaming americana Netflix.

A queridinha foi produzida pela famosa Shonda Rhimes e é baseada nos livros da autora Julia Quinn, que acompanha a vida amorosa da família Bridgerton durante o Período Regencial em Londres, no Reino Unido. Apesar disso, muitas das cenas foram gravadas fora da cidade para criar uma estética própria da série e que conquistou grande parte dos assinantes da plataforma. A Civitatis, companhia espanhola líder em distribuição online de atividades, excursões e visitas guiadas, nos conta alguns locais de Bridgerton que estão abertos para visitação. Confira:

Castelo de Windsor

(Foto: Simon Hurry/ Unsplash)

A residência ancestral e a favorita da Rainha Elizabeth II foi uma das locações usadas para filmar a série Bridgerton. Apesar de nenhuma cena ter sido feita dentro do castelo, o parque de 2 mil hectares ao redor da propriedade foi escolhido para filmar algumas imagens externas e de transição.

O parque é aberto ao público que pode visitar os lindos bosques de carvalho, fazer trilhas, cavalgar e até mesmo fazer um passeio de barco!

Cidade de Bath

(Divulgação)

Muitas das cenas de Bridgerton na verdade não foram gravadas na cidade de Londres, a cidade de Bath é que é o cenário mostrado nos episódios. Se você gostou da ambientação, a recomendação é passar pelo menos um dia por lá.

Entre os locais que receberam o elenco estão atrações e construções famosas como os Roman Baths, Royal Crescent, Holbourne Museum e Sydney Place. Também não deixe de visitar ruas icônicas como a Trim Street e a Beauford Square. Inclusive, a loja da Madame Delacroix fica na cidade e pode ser visitada.

Uma das opções para aproveitar ao máximo a cidade é com o ônibus turístico de Bath, que você pode subir e descer o quanto quiser pelo período de 24h e oferece fones de ouvido com informações sobre a cidade em inglês e espanhol.

Lancaster House

(Liam Daniel/Netflix)

O palácio é situado no distrito de St. James, em Londres, e conta com uma arquitetura neoclássica com três andares de diversos ambientes. A Lancaster House é um dos cenários mais frequentes na série abordando a vida da realeza, principalmente no episódio 5 da primeira temporada quando Daphne e Simon precisam de uma autorização da rainha para o casório.

A mansão é titulada como listed building, ou seja, uma estrutura que é protegida por lei pelo Reino Unido e designada como patrimônio arquitetônico, histórico e cultural. Raramente o local é aberto ao público externo, mas eventualmente abre as suas portas no Open City. Vale a pena se programar, hein?

Reform Club

(Divulgação)

O Reform Club é um edifício fundado no século 19 localizado na rua Pall Mall, em Londres. De estilo arquitetônico composto por belíssimas colunas gregas, o clube de cavaleiros foi cenário do primeiro episódio da série quando Anthony Bridgerton e Simon se encontram. Na séria, os personagens são amigos de longa data e no local discutiram sobre a volta de Simon para a alta sociedade.

O ambiente londrino é repleto de histórias, além de conter uma biblioteca com mais de 75 mil obras e um restaurante de comidas excelentes para todos os gostos com uma carta de vinhos que não irá decepcionar.

Templo de Vênus

Entre os cenários de gravação de Bridgerton, está o Templo de Vênus no interior da Stowe House. O local é um palácio rural na Inglaterra com diversas áreas. O Templo foi o primeiro edifício no jardim construído por William Kent.

Como o seu nome sugere, o ambiente é dedicado a Vênus, deusa feminina do amor que faz associação com a sexualidade feminina. É por esse motivo que o espaço possui aos arredores estátuas de outros deuses que também representam a vida sexual, como Cleópatra, Nero, Faustina e Vespasiano.

Na série, as filmagens mostram o cenário no momento do baile requintado do primeiro episódio. Foi nele que Simon e Daphne dançaram pela primeira vez.

Old Royal Naval College

(Divulgação)

O Old Royal, localizado em Londres, é uma das atrações turísticas mais conhecidas com aproximadamente 1,2 milhão de visitas por ano e foi palco de muitas das cenas da segunda temporada principalmente com o personagem Anthony e para cenários como no mercado. “Sherlock Holmes: O Jogo das Sombras” e “Thor: O Mundo Sombrio” foram duas das várias produções cinematográficas gravadas no espaço.

Wrotham Park (Hertfordshire)

(Divulgação)

No Wrotham Park, as cenas gravadas para a série fazem referência à casa de campo e sede ancestral dos Bridgertons. O espaço de aspecto rural e neoleopoldino com vastas áreas verdes, está localizado em Hertfordshire, a 30 minutos do centro de Londres.

O parque é de responsabilidade atual da família Byng e é muito usado para eventos fechados, como festas.