Workshop gratuito revela processo criativo do espetáculo Nega Lilu

  • Workshop Foto:Lu Barcelos
O processo de concepção do duo de dança Nega Lilu será abordado no workshop gratuito realizado nos dias 7 e 16 de novembro, a partir das 19 horas, no Espaço Quasar, em Goiânia/GO. As inscrições para as 20 vagas disponíveis estão sendo feitas pela Casa da Cultura Digital, pelo fone 9119 9120 ou por email negalilu@gmail.com . A iniciativa de formação e troca de experiências integra ações previstas no projeto de estreia do espetáculo Nega Lilu, marcado para 11 e 12 de novembro, com apoio da Secretaria Municipal de Cultura, por meio da Lei Municipal de Goiânia.
No dia 7, os participantes terão acesso aos bastidores da concepção do espetáculo que tem como coreógrafa a bailarina Valeska Gonçalves (Quasar Cia de Dança). O duo de estilo contemporâneo faz parte do Projeto Esfinge, um coletivo de obras e ações que, nas diversas linguagens artísticas, comentam, transformam e difundem o conto Sem Palavras, escrito pela jornalista Larissa Mundim. A autora da obra literária de ficção também estará presente nesta etapa do workshop, conduzindo a exposição do trabalho e instigando o debate do público com profissionais envolvidos na montagem.
Segundo a coreógrafa, Valeska Gonçalves, o workshop foi pensado em dois momentos para, inicialmente, aproximar o espectador desta obra que é aberta, podendo provocar comentários, transformações e a difusão dos conteúdos relacionados ao espetáculo. O público do workshop será convidado a assistir ao duo, após a revelação da trama que envolve não somente a Dança como as artes visuais, fotografia, literatura, audiovisual.
A concepção da oficina aposta que, após a estreia, no dia 16 de novembro, de 19h às 22h, o grupo que teve embasamento teórico estará mais apto e estimulado a manter contato com a movimentação do duo. Nesta ocasião, para o trabalho corporal, Valeska Gonçalves e Flora Maria ‒ bailarina da Quasar Jovem, que integra o elenco de Nega Lilu ‒ contam com a participação de João Paulo Gross, bailarino experiente em ministrar oficinas no Brasil e no exterior.
Os interessados na movimentação proposta por Valeska Gonçalves vão conhecer como foi feita a apropriação da narrativa de repertório sensorial, presente no conto Sem Palavras. O resultado é uma movimentação sensorial, fluida, urgente, detalhista que, para ser consumida precisa se diluir, se fragilizar, como ocorre nos relacionamentos pós-modernos, descritos como “líquidos” pelo sociólogo polonês Zygmunt Bauman.
Serviço:
Workshop de dança
07 nov (segunda) – 19h às 21h e 16 nov (quarta) – 19h às 22h
Espaço Quasar, Goiânia/GO
Inscrições gratuitas: negalilu@gmail.com │ 9119 9120
Mais informações: negalilu.blogspot.com

Deixe um comentário


Confira também