Superprodução de Luiz Roberto Pinheiro é lançada em Salvador

Estreia da peça Branca de Neve e os Sete Anões dá início às comemorações das duas décadas de atuação da Pinheiro Produções Artísticas no cenário nacional 2009 é marco para a companhia de teatro Pinheiro Produções Artísticas.

Nesse ano, a produtora goiana, que encenou os mais belos contos infantis da literatura mundial, apoiando-se no gênero musical; completa duas décadas de existência. Para lembrar a data, o idealizador da empresa, o ator, diretor e roteirista Luiz Roberto Pinheiro, preparou um calendário especial. As festividades têm inicio no dia 21 de março, na Casa do Comércio, em Salvador, quando vai ser lançada a turnê nacional do musical Branca de Neve e os Sete Anões.

“Embora já tenha encenado Branca de Neve e os Sete Anões na década de 1990, optei por remontar o musical para dar início às comemorações das duas décadas de sucesso da minha companhia com o clássico dos irmãos Grimm. O conto é a síntese das fábulas e nos leva magicamente ao reino do faz-de-conta, da pura fantasia”, observa Luiz Roberto, reforçando

que o reino da ilusão é o carro-chefe de sua companhia.

Depois de Salvador, o musical infantil Branca de Neve e os Sete Anões será apresentado em Goiânia – nos dias 18 e 19 de abril, no Teatro Goiânia. Na sequência, o espetáculo ganha a estrada: São José do Rio Preto (interior de São Paulo), Palmas (Tocantins) e Brasília (Distrito Federal) são algumas cidades que estão no roteiro do espetáculo de

Luiz Roberto Pinheiro.

O calendário de festividades dos 20 anos da Pinheiro Produções Artísticas inclui ainda: a montagem do musical A Nova Onda do Imperador, no segundo semestre, e uma grande noite de gala no Teatro Goiânia, em dezembro – o criador da companhia vai homenagear diversos profissionais que atuaram no palco e nas coxias. “São pessoas queridas, extremamente talentosas e nomes que lancei que pretendo lembrar. Vai ser uma noite inesquecível, memorável para as artes goianas”, garante.

Em duas décadas de atuação, a Pinheiro Produções Artísticas encenou 39 musicais (todo ano produz dois espetáculos) e contabiliza um publico superior a um milhão de espectadores. “Os números reforçam que estou no caminho certo. Somente em Goiânia, através dos dois musicais que dirijo anualmente, levo ao teatro um público superior a 20 mil pessoas, em Salvador esse número é ainda maior. Isso é maravilhoso. A maior recompensa é que os meus espetáculos contribuem para a formação de platéias para o teatro em várias regiões do Brasil”, fala exultante.

Deixe um comentário


Confira também