Puc GO se mobiliza para participação no XIII Fica

A participação da comunidade acadêmica continua forte nesta edição do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica). Parceira do evento, a Pontifícia Universidade Católica de goiás (PUC – GO) reafirma o envolvimento de seus estudantes. O reitor Wolmir amado acredita que o festival desperta um grande movimento entre estudantes e docentes, devido a ampla programação que apresenta: a mostra competitiva de filmes, mas também atividades de formação, como as oficinas e palestras; a presença de personalidades que são referências locais e internacionais na área de produção cinematográfica e ambiental e também as atrações artísticas.
“O Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental é uma provocação à comunidade acadêmica para refletir sobre a temática ambiental, estimula o exercício criativo, o conhecimento e a experiência de produção em novas linguagens audiovisuais”, avalia o reitor da PUC-GO.
UCG no Fica
Como já é tradição, a PUC Goiás participa do Empório Sebrae, numa ação conjunta com as universidades Federal (UFG) e Estadual (UEG) de Goiás no mesmo estande. No estande serão divulgados os filmes de cineastas ligados à PUC, que concorrem nesta edição do festival, serão veiculadas as produções de docentes da PUC que já foram premiadas no Fica, além de outras produzidas por institutos de pesquisa da instituição, como o IGPA (Instituto de Pré-História e Antropologia) e o ITS (Instituto do Trópico Subúmido). Também será um local para divulgação da produção acadêmico-cientifica da PUC na área ambiental, incluindo as obras da Editora PUC Goiás. O estande deve ser, ainda, um ponto de apoio para membros de nossa comunidade que estão ministrando oficinas, concorrendo na mostra principal do Fica e na Mostra da ABD.Preocupação em destaque.
Entre os temas debatidos no XIII Fica, Wolmir amado destaca a questão da destinação do lixo radioativo produzido no mundo, como questão emergencial para ser discutida. Para ele, em Goiás, há a necessidade de discussão do depósito dos resíduos do acidente com Césio 137 e a proposta de que esse local acolha outros resíduos.
Fonte: Agepel

Deixe um comentário


Confira também