Mostra Nacional de Cinema no Goiânia Ouro

A Secretária de Cultura de Goiânia apresenta a Mostra Nacional de Cinema. Ao todo, serão sete filmes apresentados em dias diferentes durante o mês, no Goiânia Ouro, com ingressos a R$ 2,00. Acompanhe a programação e corra para lá!
Benjamim
  • Cena do filme Benjamim (Foto: Reprodução)
Dias: 4, 5 e 6 de maio
Horários: 12h30 – 15h00 – 20h00
Dirigido por Monique Gardenberg, o filme conta a história do publicitário Benjamim Zambraia (Paulo José) ao conhecer Ariela Masé (Cléo Pires), jovem de espantosa semelhança como grande amor de seu passado. A “reencarnação” da sua amada Castana Beatriz tem algo mais a lhe oferecer: um acerto de contas com a sua própria consciência. O filme tem censura de 14 anos.
O maior amor do mundo
  • Thaís Araújo e José Wilker contracenando no filme O Maior Amor do Mundo (Foto: Reprodução)
Dias: 7, 8 e 9 de maio
Horários: 12h30 – 15h00 – 20h00
Antônio (José Wilker) é um famoso astrofísico brasileiro, que trabalha também como professor em uma universidade americana. Pouco antes de retornar ao Brasil, onde receberá uma homenagem do governo, Antônio recebe a notícia de possuir um tumor fatal no cérebro. Já no Rio de Janeiro, ele descobre a verdadeira identidade de seus pais biológicos e a surpreendente história de amor entre eles, o que faz com que entre em uma jornada pessoal pela cidade. O filme tem direção de Cacá Diegues e censura de 16 anos.
Cidade Baixa
  • Wagner Moura e Lázaro Ramos em Cidade Baixa (Foto: Reprodução)
Dias: 10, 11 e 12 de maio
Horários: 12h30 – 15h00 – 20h00
Sérgio Machado dirige o filme que conta a história de Deco (Lázaro Ramos) e Naldinho (Wagner Moura) que se conhecem desde garotos. Eles ganham a vida fazendo fretes e aplicando pequenos golpes a bordo do Dany Boy, um barco a vapor que compraram em parceria. Um dia surge Karinna (Alice Braca), uma stripper que deseja arranjar um gringo endinheirado no carnaval de Salvador a quem a dupla dá uma carona. Após descarregarem em Cachoeira, Deco e Naldinho vão até uma rinha de galos. Naldinho aposta o dinheiro ganho com o frete, mas se envolve em confusão e termina recebendo uma facada. Ao chegarem em Salvador, a dupla reencontra Karinna, que está agora trabalhando em uma boate. Aos poucos a atração entre eles cresce, criando a possibilidade de que levem uma vida a três. O filme é indicado a maiores de 18 anos.
O Coronel e o Lobisomem
  • Filme O Coronel e o Lobisomem (Foto: Reprodução)
Dias: 13, 14 e 15 de maio
Horários: 12h30 – 15h00 – 20h00
Com direção de Maurício Farias e censura de 10 anos, o filme narra a vida de Ponciano de Azeredo Furtado (Diogo Vilela), um coronel de patente e fazendeiro por herança que luta contra seu irmão de criação, Pernambuco Nogueira (Selton Mello), para manter as terras da Fazenda Sobradinho e conquistar o coração da prima Esmeraldina (Ana Paula Arósio). Para vencer esta batalha, Ponciano precisa enfrentar feras, agiotas, ladrões, além de se envolver com a vida boêmia da cidade e ainda espantar assombrações.
Gatão de meia idade
Data: 16, 17 e 21 de maio
Horários: Horários: 12h30 – 15h00 – 20h00
Antônio Carlos de Fontoura dirige o filme Gatão de meia idade, com censura para 16 anos. Cláudio (Alexandre Borges) é um homem quarentão, solteiro e charmoso, que deseja experimentar o maior número possível de aventuras amorosas sem que precise ter qualquer envolvimento emocional. Em meio às suas desventuras, ele precisa lidar com Betty (Júlia Lemmertz), sua ex-esposa, e também com sua filha adolescente (Renata Nascimento).
Tapete Vermelho
  • Cena do filme Tapete Vermelho (Foto: Reprodução)
Data: 22, 23 e 24 de maio
Horários: Horários: 12h30 – 15h00 – 20h00
Quinzinho (Matheus Nachtergaele) mora em uma roça bem distante de qualquer cidade grande. Decidido a cumprir promessa, ele decide levar seu filho Neco (Vinícius Miranda), de 9 anos, para assistir a um filme estrelado por Mazzaropi em uma sala de cinema, assim como fez seu pai quando era garoto. Desejando cumprir a promessa a qualquer custo, Quinzinho, sua esposa Zulmira (Gorete Milagres), Neco e o burro Policarpo viajam pelas cidades em busca de um cinema que possa exibir o filme. A direção é de Luiz Alberto Pereira e a censura para 10 anos.

Deixe um comentário


Confira também