Homenagem aos 200 anos de Campinas

A Agência Goiana de Cultura, por meio do Centro Cultural Gustav Ritter, presta homenagem aos 200 anos de fundação de Campinas, com o espetáculo Campininha das Flores, na segunda-feira (28/06), às 20 horas, no Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, na Praça da Matriz. A produção vai reunir alunos e professores de música, dança e teatro para reviver a história do antigo povoado, próximo à região escolhida por Pedro Ludovico para construir a nova capital de Goiás.

Escrito por Patrícia Holanda, Campininha das Flores faz uma retrospectiva histórica dos acontecimentos do bairro, considerado o mais antigo de Goiânia e vários de seus personagens marcantes. Criadas especialmente para o evento, as coreografias da professora Naide Souza Reis revivem momentos importantes da Campininha, assim como as personalidades interpretadas pelos alunos de teatro, dirigidos pelos professores Edson Fernandes e Eduardo de Souza. A trilha sonora, criada pela professora Marta Cardoso, contempla o Canto Coral e o Quarteto de Cordas.

Filhos de Campinas, como a presidente da Agepel Linda Monteiro, o professor de História Juarez Barbosa e antigos moradores como os escritores José Mendonça Teles, Gilberto Mendonça Teles, Bariani Ortencio, a ex-Miss Goiás Yara Moreira, as famílias Bittencourt, Morais, Horieste e Duarte vão ganhar homenagem do musical. Para a elaboração do espetáculo, os professores do Gustav Ritter contaram com a colaboração do historiador Juarez Barbosa, do iluminador e sonoplasta Pazini e do padre Walmir Garcia. A supervisão geral da produção leva a assinatura da professora Dilma Yamada, diretora do Centro Cultural .

Ficha Técnica

Espetáculo: Campininha das Flores Texto: Patrícia Holanda Elenco: Alunos de música, dança e teatro do Centro Cultural Gustav Ritter, da Agepel Data: Segunda (28/06), às 20 horas Local: Igreja Matriz de Campinas Entrada Franca

Deixe um comentário


Confira também