Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Gustavo Ribeiro, Dênio de Paula, Ton Mus e Milla Tuli são as atrações da semana no Goiânia Canto de Ouro

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
  • Milla Tuli (Foto: divulgação)
O projeto, que está em sua terceira edição, é a maior atividade realizada em Goiânia, de música feita em Goiás. São treze semanas de shows com os maiores nomes da música local. Em 2012, o projeto foi lançado no dia 12 de janeiro e se estende até o dia 22 de abril.

Elenco da semana

Nascido em Anápolis numa família de músicos, Gustavo Ribeiro sempre esteve próximo à música. Seu pai Sinhozinho (Eliodorio Pereira – 1932-1979), baiano radicado em Goiás, era sambista, repentista, embolador e compositor da Velha Guarda Anapolina. Seu tio Pirulito (Epaminondas) é guitarrista, arranjador e band leader; precursor de várias bandas de baile no Estado de Goiás.

Há 20 anos apresenta-se em Goiânia e no interior de Goiás, além de outros estados. Seu repertório variado, passa pelo samba, velha guarda, tropicalismo, bossa nova, baião, entre outros. Em 1998 iniciou um trabalho de composição com o baixista Bororó e o poeta / letrista Carlos Ribeiro, voltado para o Projeto Nação Calunga, parte do projeto Brasil 500 anos. Deste trabalho resultaram algumas músicas, dentre elas:Aruá (gravada por Chico Buarque de Holanda) e Falange do Cafundó (gravada por Gilberto Gil), projeto este ainda em fase de lançamento. Atualmente, Gustavo lidera o grupo de Oskara Jazz, com Moisés Feitosa (Contrabaixo), Manassés (Trompete) e Henri (percussão).

Dênio de Paula fundou, em 1982, a banda de rock Oficina de Luz, que participou do Projeto Pixinguinha nos anos 80 e fez shows pelo Brasil e pela África (Cidade de Lagos – Nigéria). Dênio foi um dos finalistas da 1ª fase do Festival IBM em setembro de 2002, no Directv Music Hall. Como produtor de trilhas foi premiado no X Festival Mundial de Publicidade em Gramado, em 1995, e no Festival de Cinema Brasileiro, “Brasil Plural” em Munique – Alemanha. Tem vários discos solo lançados e produziu CDs de artistas como Gustavo Veiga, TonZêra, Nilton Rabello e Darwinson.

Natural de Hidrolândia o goiano Ton Mus iniciou sua carreira como cantor e compositor no ano de 2003. Em 2011, lançou seu primeiro CD, produzido por Dênio de Paula e Emanuel Mastrela. O projeto é uma mistura de influências com dez faixas que transitam entre o peso do rock e a suavidade das baladas românticas.

Milla Tuli é uma goiana que começou na carreira musical aos 14 anos, aliando o violão às suas cantorias em corais na escola e na igreja. Após sua primeira “canja”, não saiu mais dos palcos e, em 2005, já era integrante do Power-trio Libertália.

Estudou Música na Universidade Federal de Goiás – UFG, focando seu curso em Educação Musical. Neste período, recebeu o convite do Maestro Jarbas Cavendish para cantar ao lado de sua Big Band Banda Pequi. Recentemente, recebeu o prêmio de “Melhor Música” no I Festival da Rádio Nacional de Brasília, com sua canção Deixe de Me Amar. Atualmente Milla se dedica aos estudos e à composição para gravar seu primeiro álbum.

Serviço:

Goiânia Canto de Ouro: 9, 10 e 11 de fevereiro (quinta, sexta e sábado)

Show: Gustavo Ribeiro, Dênio de Paula, Ton Mus e Milla Tuli

Local: Teatro do Goiânia Ouro

Endereço: Rua 3, esquina da Rua 9, Centro

Fone da bilheteria: 3524-2541

Fone da produção: 3524-2540/42

Horário: 21h

Ingressos: R$ 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia)