FEIRA TÍPICA DO SUL CHEGA A GOIÂNIA

Algumas pessoas acreditam que para fazer um intercâmbio cultural é necessária uma viagem ao exterior. Mas o que muitos esquecem é que o Brasil é o quinto maior país em extensão territorial do planeta e foi povoado por variadas nacionalidades. No período colonial, o território foi habitado basicamente por negros, índios e europeus. E no final do século XIX e início do XX, foi a vez dos italianos, alemães e poloneses chegarem. Características que permitem uma miscigenação expressiva que resulta em muita coisa para se ver e conhecer.

Boa parte das tradições européias trazidas nos navios foi mantida pelos imigrantes que optaram por fixar raízes na Região Sul, a mais fria do Brasil. E para mostrar um pouco da cultura sulista para os goianos, será realizado de 18 a 27 de junho a Feira Nacional de Agronegócios do Sul (Fenasul). A quarta edição traz novidades para os que querem conhecer um pouco da cultura da região Sul do País e também fazer boas compras.

A feira é considerada a maior em produtos, moda, couro, móveis e gastronomia do Sul do Brasil. Aproximadamente 24 mil pessoas visitaram a Fenasul-2009 em Goiânia e a previsão dos organizadores é de que este ano o número seja ainda maior. Os mais de 70 expositores pretendem ultrapassar os números de comercialização da edição anterior.

As atrações artísticas e culturais são destaque durante os dez dias de evento. O Grupo Relâmpago de Malambo vai animar os visitantes com os ritmos mais populares da região, como vanerão, xote e chula. Nos restaurantes, o público vai conferir o famoso costelão gaúcho assado à moda Fogo de Chão, que é uma das delícias e destaques da região. E no forno italiano artesanal da Fenasul, haverá o preparo dos pães e cucas coloniais que também serão temas de workshop durante a quarta edição.

Deixe um comentário


Confira também