Feira do Artesanato Mundial faz uma viagem pelo mundo

Gatos da Indonésia
Goiânia recebe a 6ª Feira do Artesanato Mundial – FAM, até dia 8 de junho, no Centro de Convenções. Entre os artesãos que estão pela primeira vez em Goiânia estão os de Cabo Verde, com sua diversidade em vestuário e decoração, além de Itália, que aposta em artigos religiosos e decorativos. Fazem sucesso entre os goianos, as porcelanas originárias da Coréia e Japão, objetos raros vindos dos cinco continentes e também móveis rústicos da Índia e Austrália.
Um país da África, que está de volta a Goiânia é a República do Senegal. No espaço dedicado a eles, o artesanato é fortemente representado em joias com pedras coloridas, além de peças que mesclam pérolas, pedras semi preciosas, prata, corais e madrepérola. Prometem chamar a atenção do visitante, máscaras de madeira, bolsas de couro de cobra e lagarto, tudo feito manualmente. Além destes, braceletes, brincos, anéis, porcelanas do deserto africano e mais uma infinidade de artigos com design único.
Artesanato da Índia
No estande da Turquia, tapetes da Capadócia, artesanato com cores e luzes, luminárias, lustres de vidro e cristal de murano, colares, quadros de artistas turcos e peças decorativas enchem os olhos de quem visita o evento.

O artesanato do Peru, que está entre os mais variados do mundo, tem como marca registrada o colorido e uma criatividade cheia de significados e de histórias milenares de seus antepassados. Um povo que cultuava o sol e deixou em seu legado uma trajetória cultural muito rica. Essa essência pode ser conferida em peças decorativas que ilustram desenhos encontrados em solo peruano, casacos de tricô feitos à mão e bordados, quadros, artesanato andino, mandalas, esculturas, suvenires e pequenas peças da arte popular.

No estande da Indonésia os destaques são os gatos, girafas, elefantes, móveis, corais, cadeiras e mesas de madeira maciça e iguanas, mas nada é tão característico da história do país como o casal Sinta e Rama, peças decoradas esculpidas na madeira e pintadas à mão. Diz a lenda que quem o possuir atrai amor e proteção. Além disso, é possível encontrar filigranas em prata produzidas na Indonésia, quadros com desenhos de dragões e máscaras com pequenos pontilhados coloridos, confeccionados artesanalmente numa média de 15 dias.

Serviço
6ª Feira do Artesanato Mundial
Data: até dia 8 de junho
Horário: de segunda a sexta das 15h às 22h e nos sábados/domingos das 12h às 22h
Local: Centro de Convenções de Goiânia
Endereço: Entrada pela Rua 30 – Portão 1.
Bilheteria: o ingresso custa R$ 6,00 (seis reais) a inteira e R$ 3,00 (três reais) meia-entrada, sendo que menores de 12 anos e maiores de 60 anos não pagam.

Deixe um comentário


Confira também