Competição de pintura ao vivo movimenta Goiânia

  • A competição foi inspirada em experiências de iniciativas internacionais (Foto: Divulgação)

No dia 7 de novembro, no estande do Europark, foi realizado o Art Experience, uma batalha de criatividade quer permitiu ao público acompanhar o processo criativo dos artistas em Goiânia. O movimento inédito na capital teve iniciativa inspirada em experiências internacionais de arte, entusiasmando protagonistas e expectadores.

A batalha aconteceu em quatro rodadas. Cada uma contava com a participação de quatro artistas, que tinham de pintar uma tela de 50 cm X 70 cm, em apenas 25 minutos, utilizando tinta acrílica. Ao final, o público votava no que mais havia gostado. Os três finalistas pintaram mais uma tela, novamente escolhida pelos presentes.

“A iniciativa é arrojada e estimulante, estou amando estar aqui”, disse a médica Kátia Brenner, que acompanhou a adrenalina dos artistas. A DJ Pri Loyola fazia a trilha sonora do momento. Intercalando batidas eletrônicas de MPB, lounge, maracatu, funk e deep house, ela criou uma vibe envolvente que se intensificava na medida que o tempo passava. O público rodeava os cavaletes, enquanto o ampulheta e a música impusionava os artistas a darem forma a seus desenhos.

A artista plástica Cacilda Vitória foi grande vencedora. Pintou dois quadros relacionados ao universo feminino, temática recorrente em sua carreira iniciada em 1992. Decidiu inscrever-se para experimentar a proposta diferente e aprovou. “Foi maravilhoso estar aqui”, disse. Decidiu o que pintaria no mesmo dia e, quando a ampulheta virou, seu desenho logo tomou forma

  • Cacilda Vitória foi a grande vencedora da noite (Foto: Divulgação)

Um dos finalistas, Victor Lemos, 18 anos e autodidata foi uma das grandes surpresas da noite. O artista começou a desenhar aos dois anos, cresceu fazendo desenhos nas paredes de casa e assim convenceu a família de seu talento. Hoje, tem seu próprio estúdio, onde desenvolveu seu estilo próprio, que ele batizou como “arte de mistura”, uma pintura viva, colorida, nervosa. “Não é abstrato, nem figurativo, eu me inspiro na forma como via as coisas embassadas, quando era míope”, conta.

Outra finalista foi Nathalie Arantes, de 15 anos, que começou a pintar há apenas um ano. “Foi muito legal a experiência, além de eu ter tido a honra de estar junto a grandes nomes”, disse. O tempo para ela foi suficiente para ela pintar a face de um cavalo, animal que ela mais admira.

Mais de 50 artistas se inscreveram para a experiência, promovida pela Euroamérica Incorporações e My Brokers Imóveis. Entre os doze participantes, nomes conhecidos como o Alberto Tolentino, com cerca de 30 anos de dedicação aos pincéis e autor de uma carreira internacional. “Arte é uma atividade solitária, eunca tinha pintado na presença de outras pessoas, mas gostei da experiência”, comentou.

  • Juan Zamora, diretor da Euroamérica (Foto: Divulgação)

Anfitrião do evento, o diretor da Euroamérica Incorporações, Angel Zamora, considera ser um privilégio abrir a porta do estande do Euro Park para a arte, um elemento de expressão da cultura e da criatividade. “Valorizar os artistas é valorizar também a capacidade de criação da humanidade, o pilar de nossa evolução ao longo do tempo”, disse.

Os 12 quadros dos participantes serão leiloados através do Facebook do projeto (ArtExperience) e o valor será entregue integralmente para os artistas. A vencedora será contemplada com um vernissage oferecido pela Euroamérica Incorporações, na cobertura do Geniale Flamboyant, para apresentar seus trabalhos para 50 convidados.

Deixe um comentário


Confira também