Circuito Vivo Arte.Mov chega a Goiânia

O projeto já passou pelo Rio de Janeiro ((foto) e Recife e ainda será realizado em São Paulo e Curitiba
De 12 a 14 de abril, o Museu Zoroastro Artiaga (Praça Cívica) recebe a etapa goiana do Circuito Vivo arte.mov, evento integrante do Programa Vivo arte.mov, patrocinado pela operadora de telefonia Vivo. O circuito traz um panorama sobre as conexões entre a linguagem audiovisual, novas tecnologias, educação e cultura da mobilidade. Toda a programação é gratuita.
Uma das atividades do Festival Vivo arte.mov, criado em 2006, o Circuito Vivo arte.mov acontece em Goiânia com a produção conjunta do Programa Vivo arte.mov, Fractal Filmes e a ONG Casa da Árvore, com o apoio da Secult Goiás. Em 2012, o projeto já passou pelo Rio de Janeiro e Recife e ainda será realizado em São Paulo e Curitiba.
Programação – As atividades do Circuito Vivo arte.mov têm início às 19h30 de 12 de abril, com a abertura da Exposição Mídia, Mobilidade, Ação, que reunirá obras de diferentes artistas, ao longo dos três dias de evento. Simultaneamente, Lucas Bambozzi, coordenador nacional do projeto, traçará um panorama da produção local, em diálogo com artistas que já participaram de edições anteriores do Festival Vivo arte.mov, como o educador Aluisio Cavalcante (Casa da Árvore/Telinha de Cinema), o artista Cláudio Bueno (Redes Vestíveis) e o coordenador de produção do Circuito Câmera Cotidiana, Erasmo Alcântara (Fractal Filmes). A seguir, o VJ Erms realizará a performance RE-vision: Novos hits digitais e clássicos esquecidos analógicos.
Na sexta-feira, 13 de abril, o artista Cláudio Bueno ministra, das 10h às 12h30, o workshop Redes Vestíveis, uma aplicação dos conceitos e do processo de execução do projeto Redes Vestíveis. O projeto foi contemplado pelo edital de mídias locativas do Vivo arte.mov 2010 e terá apresentação #1 às 14h e#2 às 18h. Entre as 15h e 18h, as educadoras Leila Dias e Lívia Neiva (Casa da Árvore) ministram, respectivamente, os workshops Vídeo Literário eCelular na Sala de Aula, demonstrando as possibilidades de utilização das tecnologias móveis na educação. Das 18h30 às 20h ocorre a Mostra de Vídeo Vivo arte.mov. A seguir, às 20h, acontece o Fórum de Projetos e Ideias Ateliê Aberto: Mobilidade e Ação, conduzido pelos artistas e pesquisadores Helga Stein (Mobilidade e redes sociais), Thiago Lemos (Grupo EmpreZa), Marcus Bastos (Mobilidade e performance) e Lucas Bambozzi (Mapeamentos informais).
No sábado, 14 de abril, o artista Cláudio Bueno conclui, das 10h às 12h30, o workshop Redes Vestíveis, com apresentação #3 às 12h30. Entre 15h e 18h, as educadoras Leila Dias e Lívia Neiva (Casa da Árvore) finalizam os workshops Vídeo Literário e Celular na sala de aula. Entre 18h e 19h, ocorre a Mostra de Vídeo Vivo arte.mov. Em seguida, o Circuito Câmera Cotidiana divulga os nomes dos 15 educadores selecionados para o Curso de Qualificação de Multiplicadores. Às 19h30, o Fórum de Projetos e Ideias Aprendizado e Contexto Local encerra as atividades do Circuito Vivo arte.mov em Goiânia, com a participação dos artistas e pesquisadores Cleomar Rocha (Media Lab), Nacho Durán (Os Vídeos Abertos da América Latina), Leila Dias (Educação para o Século XXI) e mediação de Marcus Bastos.

Deixe um comentário


Confira também