Bola de Berlim

Espetáculo do Grupo Bastet é destaque do Projeto Temporada, todas as quintas-feiras do mês de maio, às 21h, no Teatro Goiânia Ouro

Num diálogo entre as fisionomias do homem moderno e a obra de Edgar Allan Poe, “A queda da casa de Usher”, o Grupo de Teatro Bastet recria neste espetáculo as sensações e emoções causadas pelos maiores medos da humanidade: a solidão e a morte.

O surrealismo presente nas obras de Salvador Dalí, André Breton, Luiz Buñuel e mais recentemente em David Lynch serviu como matéria prima para a pesquisa que visa agregar valores e sentidos estéticos mais profundos a este trabalho. A peça goza da estrutura baseada em roteiro de cinema. A história não começa do início, necessariamente, mas assume uma narrativa circular, evocando a sensação de flash back.

Neste universo onírico, onde o sonho e a realidade se misturam, se desenvolve a trama de Bola de Berlim – uma saudação ao inconsciente, uma inspiração ao submundo imagético do homem.

Catarina e Jorge, irmãos gêmeos, vivem afastados da civilização e sequer sabem da existência de um mundo fora dos muros da propriedade em que habitam. Criados pelos avós e em seguida por um amigo da família os dois foram abandonados pelo tutor e estão prestes a descobrir o segredo que os mantém presos à casa onde vivem.

A imagem criada de um mundo além da barreira dos olhos vem dos livros, quadros e histórias. A relação entre o mundo exterior e o mundo interior é criada por suas próprias mentes, que desconstroem o material recebido para construir uma alegoria onde os olhares do adulto e da criança se misturam.

Sem contato com familiares ou amigos, Catarina e Jorge vivem uma situação limite entre o amor e o incesto, a realidade e o mundo da fantasia, o medo como prazer e o pavor da morte. As personagens vacilam entre as lembranças e o presente em cenas recheadas de surrealismo, onde é questionado o conceito de realidade como algo único e palpável.

Projeto Temporada

Todas as quintas-feiras de cada mês o teatro do Goiânia Ouro recebe o Projeto Temporada. A cada uma companhia de teatro ou dança utiliza o espaço para realizar uma pequena temporada, à noite, que também pode ser ampliada às manhãs, com o Teatro Escola.

Já passaram pelo espaço os espetáculos Dúplice, com Rodrigo Cruz e Rodrigo Cunha, Sobre o Amor, com o Grupo Trupicão, Macário, com a Cia. Oops!.., O Cabra que Matou as Cabras, com a Cia Nu Escuro, Édipo, com a Cia Benedita de Teatro, e o premiado Balada de um Palhaço, do Grupo de Teatro Arte&Fatos – UCG.

Ficha Técnica:

Grupo de Teatro Bastet Direção: Alexandre Augusto Atuação e Criação: Sandra Santiago e Thiago Moura Atores Invisíveis: Alinne Mendes e Jonathan Sena Narrador: Duca odrigues

Preparação Corporal: Kleber Damaso Preparação vocal: Maria Angélica Pantarotto

Animação do Prólogo: Tubo Consultoria Pesquisa Sonora: Romildo Villa Verde

Trilha Sonora: Sandra Santiago Operação de som: Izabelle Mamede Iluminação: Alexandre Greco Cenografia: Wagner Gonçalves Figurinos: Sociedade de Planejamento em Moda

Material Gráfico: Pepperoni Estúdio de Design Confecção de cabeças: Deidian da Costa Lucas e Edimar Pereira Fotografia: Layza Vasconcelos Filmagem: Eduardo Castro

Registro: Gilson P. Borges

Serviço:

Projeto Temporada Espetáculo: Bola de Berlim – Grupo Bastet Data: todas as quintas-feiras do mês de maio Horário: 21h Ingresso: 20 reais (inteira), 10 reais (meia) e 8 reais (compra antecipada – meia) Local: Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro Rua 3, esq. com rua 9, Centro Informações: 3524-2542

Deixe um comentário


Confira também