Aniversário de 20 anos de blues

  • André Mols
The Not Yet Famous Blues Band nasceu depois que André Mols conheceu Stevie Ray Vaughan. André tocava na banda Frenesi Precoce, por volta de 1990. Foi ouvir música na casa de um amigo. Deu de cara com Texas Flood, de 1983. Stevie Ray, guitarrista texano de blues com uma pegada muito próxima do rock, praticamente determinou o futuro de André com esse disco.
A semente estava plantada. André saiu da casa do amigo disposto a ouvir mais discos de Stevie Ray Vaughan. Foi à melhor loja da cidade na época e obteve tudo o que tinha direito. Passou três anos ouvindo blues, não só o herói branco da guitarra, mas todos os luminares. Para assimilar a sonoridade, aprender os acordes, repetir os solos. Para cantar daquele jeito. Por mais difícil que fosse.
O resultado pode ser conferido no Bolshoi. Já se passaram 20 anos de blues. André deixou o Frenesi Precoce, uniu forças com o baixista Renato Marra e o baterista Wagner Calil, do 17º Sexo, para formar a The Not Yet Famous Blues Band. Que, hoje, chama-se apenas TNY e conta com Carlos Foca no baixo e Fred Valle na bateria. A paixão é a mesma, pelo blues energizado pelo rock.
Não são poucas as façanhas do trio, nas suas variações. Sete CDs gravados, TNYFBB (1997), Blues & Beyond (1999), Trio (2001), Live Famous (2002, ao vivo em Goiânia), New Old Stock (2004), Círculo (coletânea, 2006) e Sete (2006). O plano, para comemorar 20 anos de estrada em 2012, é disponibilizar o oitavo disco no site da banda e registrar o primeiro e tão esperado DVD.
Já tocaram em tudo quanto é canto, em Goiás, São Paulo, Los Angeles (na festa do Grammy Latino, em 2005, para VIPs). Em 2004, a TNY fez show de abertura para o Deep Purple em Goiânia. Momento inesquecível, que consolida o prestígio de qualquer um. Sempre com material de autoria do trio e covers de Jimi Hendrix, Buddy Guy, ZZ Top, Creedence, Neil Young e, claro, Stevie Ray.
Recentemente, André esteve na Austrália a trabalho e aproveitou para tocar no circuito de Brisbane. Ele e sua guitarra personalizada, genuinamente goiana, da marca Bosco. Causou o maior rebuliço. Por lá, o blues tradicional, dos anos 40, fala mais alto. A técnica que ele exibe, no frenesi do blues rock, deixou os australianos de cabelo em pé. Um cara com essa experiência merece aplauso.
TNY 20 Anos
Onde: Bolshoi Pub (Av. T-2, esq. c/ R. T-53, Setor Bueno, tel. 3285-6185)
Quando: Quinta-Feira, 29 de Setembro
Horário: 21 horas
Entrada: R$ 30 (antecipado nas lojas American Music. Sujeito a alteração depois das 22h30)

Deixe um comentário


Confira também