Agitação nas ruas de pedra Começa o XII Fica na cidade de Cora Coralina

Nas ruas de pedra da Cidade de Goiás os passos agitados dos participantes do XII Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica ) sinalizam como serão os próximos cinco dias. Todo ano, o festival muda o ritmo da cidade. Moradores, turistas, cineastas, jornalistas e equipe de produção, sobem e descem as ladeiras da antiga capital de Goiás para não perder nada.

O som marcante desse primeiro dia foi ouvido de longe. Eram batuques dos integrantes do Bloco dos Raizeros, que percorreram as ruas da cidade munidos de instrumentos feitos a partir de sucatas para alertar sobre a importância de manter a cidade limpa. O ritmo marcado contagiou quem estava sentado nos bancos das praças e nas mesas de bares e lanchonetes. Quem passava, parou para ver. E quem estava em casa, saiu nas janelas e sacadas.

De câmera na mão, a moradora Maria Lúcia Cassiano e sua filha, registravam os primeiros movimentos do FICA. As duas são fãs antigas e assíduas do Festival. Maria Lúcia já acompanhou cinco edições. “Gosto muito do Fica porque ajuda a preservar a cidade”.

Quem também tem bons olhos para o evento é a professora aposentada Aparecida da Costa, que não perde nenhum festival. Ela abriu uma loja de artesanato no centro histórico da cidade há cinco anos e espera, mais uma vez, aumentar as vendas.

Além das atrações culturais e de meio-ambiente, o Fica gera emprego e renda na Cidade de Goiás. O jardineiro Geraldo Lourenço Gomes, 57 anos, faz parte da equipe que é contratada temporariamente para o projeto “FICA Limpo”, que capacita moradores da cidade para trabalhar na coleta de lixo e conscientizar turistas e moradores.

Nos cinemas, claro, a movimentação também começou. A Mostra Competitiva do XII FICA foi aberta no início da tarde desta terça-feira no Cine Teatro São Joaquim. Foram exibidos duas séries de televisão, a brasileira “Vozes do Clima” e a dinamarquesa “Trazendo Vida ao Espaço, além do documentário “A Enseada” (The Cove), vencedor do Oscar de Melhor Documentário, este ano. A obra polêmica retrata a matança de golfinhos no litoral japonês.

E esta terça-feira foi só uma amostra do que ainda está por vir no restante da semana. Programação pela manhã, tarde e noite não vão deixar ninguém sem opção na Cidade de Goiás

Deixe um comentário


Confira também