A Pequena Sereia

  • A Pequena Sereia (Foto: Bruno Karim)

De tempos em tempos, Luiz Roberto Pinheiro se volta para o universo aquático do escritor dinamarquês Hans Christian Andersen (1805/1875). “Essa é a terceira vez que monto A Pequena Sereia. A primeira foi em 2000 e a outra em 2007. Acho que é uma fixação. Eu adoro a história da princesa Ariel e é também um dos musicais mais festejados da minha companhia”, diverte-se e explica ao mesmo tempo Luiz Roberto Pinheiro, o criador da Pinheiro Produções Artísticas.

A versão 2012 de A Pequena Sereia será apresentada nos dias 21 e 22 de abril, no Teatro Madre Esperança Garrido, no Centro, sempre às 17 horas. “O texto é praticamente o mesmo. Fiz pequenos ajustes no vocabulário, pois meus espetáculos não ultrapassam 60 minutos de duração, os diálogos necessitam de agilidade para não cansar as crianças”, detalha.

A diferença da nova montagem do conto Hans Christian, que nas mãos de Luiz Roberto virou um musical, é a sofisticação. “Esse é o musical mais luxuoso, impactante que já realizei. Por isso mesmo, o mais caro”, esclarece.

Para contar a história da temperamental sereia Ariel (Lara Brito), a filha do rei Tritão (Matheus Milhomens), que se apaixona por um ser humano, Luiz Roberto teve que reproduzir o fundo do mar. “A luz na invenção do fundo do mar foi fundamental. Contei com a ajuda do iluminador Carlos Roberto que conhece a arte de iluminar uma cena como poucos em Goiânia”, elogia. Carlos Roberto atuou durante anos no Teatro Goiânia e criou luz cênica para vários diretores goianos, como Marcos Fayad.

Serviço

Dias: 21 e 22 de abril (sábado e domingo)

Local: Teatro Madre Esperança Garrido

Horário: Às 17 horas

Endereço: Avenida Contorno nº63 – Centro – frente ao Parque Mutirama

Informações: 3225.88.86

Ingresso: R$ 50,00 (inteira) – Estudantes, acima de 65 anos e cartão do assinante de O Popular têm 50% de desconto (apresentação de comprovante na bilheteria e na entrada para a sala de espetáculo)

Deixe um comentário


Confira também