Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

10ª Goiânia Mostra Curtas

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

A 10ª Goiânia Mostra Curtas celebra dez anos de realizações e reflete sobre os avanços e desafios do audiovisual brasileiro na última década, reunindo 12 dos curtas-metragens mais significativos do período, precursores em estilo, linguagem e estética. Ao todo, o festival exibe 121 curtas de 22 Estados e oferece oficinas, seminário, palestra, debates e encontros, entre 5 e 10 de outubro, no Teatro Madre Esperança Garrido, Colégio Santo Agostinho.

A abertura da mostra será realizada dia 5 de outubro, terça-feira, no Teatro Madre Esperança Garrido, com homenagens, entrega da Comenda Fifi Cunha aos artistas criadores das identidades do festival nesses dez anos, exibição de filme e um show especial de Jorge Mautner (foto em anexo – crédito: Concepção e foto-colagem: André Vallias. Fotos: Priscila Azul ). A 10ª Goiânia Mostra Curtas é uma realização do Instituto de Cultura e Meio Ambiente (Icumam), com o patrocínio da Petrobras e dos Correios, por meio da Lei Rouanet, Novo Mundo, via Lei Goyazes, e apoio do Fundo Nacional de Cultura, Secretaria do Audiovisual e Sebrae Goiás.

Homenagens – Este ano, o festival reúne em Goiânia figuras emblemáticas da última década, como o cineasta e crítico de cinema Kleber Mendonça Filho e o videoartista Cão Guimarães, homenageados pela mostra. Ambos têm curtas na programação: Recife Frio (2009), de Kleber Mendonça Filho (foto em anexo), e Concerto para Clorofila (2005), de Cão Guimarães (foto em anexo). Além das reverências aos dois, a 10ª Goiânia Mostra Curtas também homenageia Fifi Cunha (in memoriam), uma das fundadoras do festival; a produtora cinematográfica Assunção Hernandes, a empresária Edina Fujii e o Fórum dos Festivais, que também completa dez anos. O Fórum, por meio do festival, homenageia o Centro Técnico Audiovisual (CTAv) da Secretaria do Audiovisual/Ministério da Cultura.

Programação – A programação da 10ª Goiânia Mostra Curtas também abrange encontros de entidades ligadas ao audiovisual e debates que se configuram como espaços de reflexão sobre os avanços e desafios encontrados pelo audiovisual brasileiro de 2001 a 2010. As oficinas Domínio de imagem, com o cineasta e crítico de cinema Kleber Mendonça Filho; e O ser em cena – interpretação para cinema, com o preparador de elenco Frederico Foroni; o seminário Cinema digital, com o escritor e doutor em comunicação Luiz Gonzaga de Luca; e a palestra Cinema e artes plásticas: a relação do artista com a realidade, com o cineasta e artista plástico Cao Guimarães, também integram a intensa programação da mostra.

Mostras – O festival também se dedica à formação de plateias por meio da 9ª Mostrinha, dedicada ao público infantil em três sessões (6, 7, 8 e 10 de outubro), e a Curta Mostra Cinema nos Bairros Especial 10 Anos (14 a 16 de outubro), exibição itinerante ao ar livre dos filmes mais aclamados pelo público da mostra na década, na periferia da capital. Para estas duas categorias, o título de Melhor Filme é decidido por júri popular. Os curta-metragens eleitos pelas crianças e pela comunidade recebem o troféu Icumam.

A Goiânia Mostra Curtas outras três mostras competitivas: Curta Mostra Brasil, Curta Mostra Municípios e Curta Mostra Goiás, cujos prêmios de incentivo à produção são concedidos por empresas da indústria cinematográfica, conforme deliberação do júri oficial. O Melhor Filme segundo o júri popular também é premiado com o troféu Icumam. A premiação do festival está à disposição no site www.goianiamostracurtas.com.br.

Este ano, a Curta Mostra Brasil traz 52 curtas representando a produção audiovisual de todas as regiões do País. A curadoria é de Maria Abdalla, diretora da 10ª Goiânia Mostra Curtas. Aqueles filmes e vídeos realizados fora das capitais estão na Curta Mostra Municípios, que tem curadoria de Marcelo Ribeiro. Outros 13 vídeos goianos integram a Curta Mostra Goiás, uma vitrine da produção local para o Brasil. O crítico e filósofo Rodrigo Cássio é o responsável pela seleção dos curtas desta categoria.

Mostras especiais comemorativas – Os 12 curtas convidados para a Curta Mostra Especial 10 Anos foram programados em duas sessões dedicadas ao aniversário do festival, abrangendo uma diversidade de tendências e destacando obras representativas e inquietas do período. “O painel apresentado aponta para uma perspectiva promissora e excitante para os próximos dez anos – que a Goiânia Mostra Curtas estará acompanhando de perto, celebrando a criatividade do curta-metragem brasileiro”, celebram os curadores Francisco Cesar Filho e Maria Abdalla.

A Curta Mostra Goiás Especial 10 Anos traz as obras mais representativas realizadas no Estado durante a última década, revelando o talento e a inventividade dos cineastas goianos. “Os filmes transitam entre uma atenção voltada para aspectos da nossa experiência regional mais significativa – a cultura goiana, nossos mitos e acontecimentos alarmantes – e um olhar que pretende converter esses assuntos em imagem e som bem articulados”, explica o curador Rodrigo Cássio.

Encontros – Como nos anos anteriores, a Goiânia Mostra Curtas também hospeda encontro de realizadores entidades representativas do audiovisual brasileiro. Durante o festival, a Associação Brasileira de Documentaristas Seção Goiás (ABD-GO), a Associação Goiana de Cinema e Vídeo (AGCV), a Associação Brasileira de Cinema de Animação de Goiás (ABCA-GO), o Fórum dos Festivais e realizadores de todo o país aproveitam a atmosfera para a discussão de políticas públicas para o fomento à produção e circulação do cinema nacional.

Segundo a diretora da 10ª Goiânia Mostra Curtas, Maria Abdalla, o festival coroa seus dez anos de existência com alegria, reflexão e planos para os próximos anos. “Reafirmamos nosso compromisso de formar plateias, qualificar profissionais, democratizar o audiovisual brasileiro e difundir a diversidade da cultura brasileira. Os últimos dez anos foram vitoriosos; esperamos que a sociedade e o poder público estejam cada vez mais sensibilizados para a importância e reconhecimento nacional que o festival alcançou, graças a muita dedicação, perseverança e carinho, para que mais vitórias sejam conquistadas”. Em uma década, aproximadamente 170 mil pessoas participaram das atividades do festival, segundo Maria Abdalla.

Serviço: 10ª Goiânia Mostra Curtas – cerimônia de abertura Data: 5 de outubro – 20 horas Local: Teatro Madre Esperança Garrido Mais info: www.goianiamostracurtas.com.br (acesse a programação).