Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Cresce procura por prática de Yoga durante a pandemia

Aulas proporcionam equilíbrio, saúde física, mental e emocional
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
(Foto: Avrielle Suleiman/Unsplash)

A expressão “dor nas costas” aumentou nas pesquisas do Google nos últimos meses no Brasil. Em contrapartida, a busca por atividades físicas também cresceu e o termo “Yoga”, por exemplo, foi um dos mais procurados no mês de março deste ano, de acordo com o Google Trends.

“Esse fenômeno se justifica, porque as pessoas estão vivendo uma vida muito corrida, um estilo de vida muito agitado, o que tem gerado o aumento de estresse, e o Yoga tem tido um papel fundamental na melhora dos níveis de ansiedade e no gerenciamento das emoções dos praticantes”, explica a professora de Yoga do Sesc Faiçalville, Taynara Guimarães.

O Yoga é de origem indiana e apresenta técnicas específicas, como hatha-yoga, mantra-yoga, laya-yoga, que se referem a tradições especializadas, ademais a prática trabalha os aspectos físico, mental, emocional, energético e espiritual do praticante. Segundo a professora Taynara Guimarães, essas técnicas contribuem para a postura, força, flexibilidade, equilíbrio, resistência e relaxamento corporal.

“Com as técnicas respiratórias, por exemplo, nós podemos melhorar a capacidade cardiorrespiratória e pulmonar, oxigenando melhor o cérebro, melhorando nas tomadas de decisão e acalmando a mente”, afirma a professora. De acordo com ela, o yoga é considerado um exercício físico, uma vez que as aulas são sistematizadas e periodizadas, trabalhando o tempo inteiro com a capacidade física dos alunos.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) menciona o yoga como um meio de melhorar a saúde em seu Plano de Ação Global sobre Atividade Física 2018-2030. Da mesma forma, a organização enfatizou os benefícios dessa atividade desde os primeiros dias da pandemia pelo novo coronavírus, SARS-CoV2, recomendando a prática como uma maneira de cuidar do bem-estar físico e mental durante a quarentena.

“O grande diferencial do yoga para as outras modalidades de exercício físico é que no yoga o aluno vai ter um momento de silêncio, em que ele vai olhar dentro de si e vai se perceber de forma plena”, destaca a professora de Yoga.

Segundo Taynara, a meditação faz parte do yoga. “Entende-se como meditação o processo de se concentrar em um objeto. Esse objeto pode ser interno como a nossa mente ou externo como cores, visualização de imagens e sons. Meditar não é orar, meditar não é dormir. Quando estamos fazendo yoga, nós estamos o tempo interino nos concentrando em algo”, ressalta.

Aulas de yoga

O Sesc Faiçalville está ofertando aulas online e gratuitas de yoga, via Zoom. Para participar basta enviar mensagem para o WhatsApp da unidade clicando aqui . As aulas acontecem na segunda e quarta-feira, às 07h30.