Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Gracinha Caiado participa da assinatura para cooperação técnica internacional com Unesco

Com valor total de R$ 7.150.400,00 oriundos do Fundo Protege, ação tem o objetivo de contribuir para consolidar políticas públicas da infância, adolescência e juventude
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Governo de Goiás firma cooperação técnica internacional com a Unesco para fortalecimento de políticas públicas para infância e juventude – (Foto: Júnior Guimarães)

A presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), primeira-dama Gracinha Caiado, participou na manhã da última segunda-feira (30), em Brasília, da assinatura do projeto de cooperação técnica internacional entre a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social de Goiás (Seds).

O projeto tem duração de 56 meses e foi orçado em R$ 7.150.400,00, oriundos do Fundo de Proteção Social do Estado de Goiás (Fundo Protege). O intuito é contribuir para consolidar políticas públicas da infância, adolescência e juventude, por meio da ação “Fortalecimento das políticas de desenvolvimento social do Estado de Goiás”.

Gracinha explicou que a parceria com a Unesco é mais um passo em direção ao aprimoramento e ao avanço do desenvolvimento social em Estado. “Desde o início de 2019, o governador Ronaldo Caiado decidiu trabalhar a área social do Governo de Goiás de forma articulada e técnica, pois assim garantimos que as ações e os benefícios sociais cheguem àquelas famílias que mais precisam. Tenho certeza que essa cooperação com a Unesco vem somar com o trabalho técnico que temos desempenhado, trazendo práticas e experiências para o desenvolvimento social sustentável das famílias goianas”, explicou.

A representante da Unesco no Brasil, Marlova Jovchelovitch Noleto, ressaltou que aspectos políticos não podem prevalecer na área social. “Basta trabalhar bem, que o resultado vem”, afirmou. Neste sentido, destacou o Estado de Goiás como exemplo. “É trabalhar como vocês fizeram, com Cadastro Único, com políticas consistentes e projetos que têm, lá na ponta, pessoas beneficiadas, independente de qualquer outra questão”, elencou.

Gracinha Caiado ao lado da representante da Unesco no Brasil, Marlova Jovchelovitch Noleto, durante reunião para assinatura do termo de cooperação entre Unesco e Governo de Goiás – (Foto: Júnior Guimarães

Com a execução do projeto, a Seds espera implantar uma política de juventude no Estado, garantindo aos jovens o direito ao desenvolvimento integral, bem como reestruturar os programas de atendimento aos adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas, nos aspectos ético-pedagógicos, organizacionais e de segurança, envolvendo e comprometendo os operadores dessas medidas e do Sistema de Garantia de Direitos. A ação visa, ainda, implantar uma rede de apoio à primeira infância com subsídios teóricos, técnicos, metodológicos, de formação e avaliativos para a execução do “Programa Criança Feliz”.

“A expectativa é de que possamos levar novas ideias, novos projetos dentro da política pública para os adolescentes, para a primeira infância e para a juventude, que são áreas que estão dentro da Secretaria de Desenvolvimento Social”, afirmou o titular da Seds, Wellington Matos. “Temos três grandes superintendências que atuam nessas áreas e precisamos sim de um apoio mais qualificado para que a gente possa, junto com as prefeituras e a sociedade civil, apresentar novas propostas de atuação”, acrescentou. Também esteve presente na assinatura do termo a diretora-geral da OVG, Adryanna Melo Caiado.