Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Tour Virtual: nova exposição do Museo Salvatore Ferragamo mostra processo criativo por trás das estampas de seda

Os lenços da marca foram revolucionários, com temas e estampas inspiradas pela natureza e pelos animais que povoam paisagens exóticas, selvas e savanas fantásticas
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
(Divulgação)

A nova exposição virtual do Museo Salvatore Ferragamo, “Silk”, visa ilustrar, através do arquivo da maison, o longo processo criativo por trás das estampas de seda, em particular os lenços, que por sua natureza de pintura experimentam a perfeita união entre a intuição criativa e o artesanato industrial de alto nível. Fundamental para a realização do caminho da exposição, do ponto de vista curatorial para o projeto de montagem, é a forma como foram desenvolvidas inspirações e ideias por trás de cada desenho, como múltiplas colagens de diferentes referências: um mood board que permite reconstruir o itinerário criativo e cultural na origem de cada estampa de seda.

O sonho de Salvatore, o fundador da label, era transformar sua marca de renome internacional em uma marca de moda que se vestisse da cabeça aos pés. Foi a partir dos anos 1970 que este sonho se tornou realidade graças a uma de suas filhas, Fulvia, que lançou a produção contínua de acessórios de seda. A magia da seda surgiu no mundo da Ferragamo tornando-se um sinal de grande distinção da marca graças também aos temas de suas estampas de seda inspiradas pela natureza e pelos animais que povoam paisagens exóticas, selvas e savanas fantásticas.

Com suas exposições, o Museo Salvatore Ferragamo pretende promover o diálogo entre arte e moda envolvendo artistas contemporâneos. A exposição começa com uma instalação dos dois artistas chineses, Sun Yuan & Peng Yu, intitulada “Were creatures born celestial?”, que conceitualmente exemplifica como a Rota da Seda tem sido um terreno fértil para encontros e trocas entre Oriente e Ocidente.

Em apoio à exposição e para quebrar qualquer obstáculo à experiência da visita no local, uma visita virtual exclusiva disponível em italiano e inglês, acessível a todo o mundo, conduzirá os visitantes dentro do museu. As seções da exposição podem ser visitadas usando seus dispositivos, a qualquer momento, até 18 de abril, no museo.ferragamo.com. Um documentário sobre “Silk” e muito mais, também será distribuído a partir de 29 de abril na Sky Arte.

Graças aos guias e entrevistas ao curador e a outros protagonistas, você descobrirá o andamento das seções da exposição a partir da entrada do Palazzo Spini Feroni, o palácio que também foi o tema impresso no primeiro lenço feito pela maison, mesmo antes de Ferragamo decidir criá-los e produzi-los em série. Um precursor de uma aventura que começaria apenas dez anos mais tarde, em 1971, quando Fulvia Ferragamo ingressou na empresa.

(Divulgação)
(Divulgação)
(Divulgação)
(Divulgação)