Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

World Class: goiano fica entre os 10 melhores bartenders do país

Campeonato selecionou os participantes que devem avançar para a grande final da competição no Brasil antes de irem em busca do título mundial em Madrid
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
O goiano Benício Calaça, do Zimbro Bar, segue entre os top10 da competição (Foto: Tre Fotografia)

World Class Competition, maior campeonato de coquetelaria do mundo, acaba de anunciar os Top10 bartenders selecionados para a grande final do concurso que deve acontecer entre os dias 12 e 17 de abril, em São Paulo. Os dez finalistas que seguem na competição passaram por uma etapa eliminatória onde tiveram que criar um drink inspirado nos sabores do whisky The Singleton, com apenas três ingredientes adicionais, no mesmo estilo de grandes clássicos, como old fashioned, rob roy e martini, que marcaram a história da coquetelaria mundo afora.

Os Top10 bartenders classificados são o goiano Benício Calaça Barbosa (Zimbro Bar – GO), Ana Paula de Assis Ulrich (Hotel Palácio Tangará – SP), Bianca Lima Ferreira (Mule Mule Muleria – SP), Cristiano Rodrigues Faria (Restaurante Origem 75 – SP), Gustavo Lima Guedes (Southside Brasília – BSB), Jairo Gama (Vista Restaurante/Bar Obelisco – SP), Marco Antonio Ruiz Júnior (Amiiici Lounge – SP), Ricardo Alexandre Leal de Souza (Cinza Company – SP), Ricardo Antonio Fuenzalida Peña (Cocktail Channel – SP), Ricardo Barrero (Consultor Amazo – SP).

Os drinks criados foram degustados e avaliados pelo corpo técnico de jurados, que nesta etapa contou com nomes como Alê D’Agostino, Gabriel Santana, André Bueno, Talita Simões, Laércio Zulu e Marcelo Serrano. Kennedy Nascimento, Brand Ambassador do World Class, conta que os jurados ficaram impressionados com a qualidade e a experiência de entrega desses drinks. Para ele, mesmo com as adaptações necessárias em virtude do atual momento, os candidatos se superaram e entregaram verdadeiras experiências de alta coquetelaria.

“Já vínhamos de um nível altíssimo para a seleção desse top10, mas o que a gente recebeu em relação à qualidade e a experiência da entrega desses semifinalistas foi além de nossas expectativas. Todos os jurados, que já são bartenders muito experientes, tendo inclusive competindo no World Class Brasil e na versão Global, ficaram impressionados com o nível dos competidores em si. Foi o que mais nos chamou a atenção”, pontua.

A grande final brasileira, que decidirá quem recebe o título de “Melhor Bartender do Brasil”, revelará o nome do vencedor, que estará automaticamente classificado para a final global, que acontecerá entre os dias 5 e 8 de junho em Madrid, na Espanha.

O evento seguirá todas as diretrizes em relação à segurança dos competidores devido a pandemia da Covid-19. Com projeções de etapas virtuais e/ou presenciais, a capital espanhola passa a ser a cidade-sede da competição devido à flexibilização para funcionar em diversos fusos horários.

A competição é realizada anualmente pela Diageo, maior empresa de destilados do mundo, com o objetivo de fomentar a coquetelaria a nível mundial. Assim como já acontece com a gastronomia, o campeonato busca elevar a profissão bartender a um novo patamar, encontrando os profissionais mais preparados do segmento.