Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Confira: 7 vinhos chilenos e refrescantes para dias quentes

Bebida pode acompanhar programações ensolaradas, como um dia na piscina ou à beira-mar
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
(Foto: Cesar Opazo)

Chega a época mais quente do ano e, com ela, uma pequena mudança de hábitos. A vontade é de apreciar bebidas que harmonizem com os pratos leves que costumamos saborear no verão, ou que acompanhem programações ensolaradas, como um dia na piscina ou à beira-mar.

Segundo David Giacomini, produtor e curador da importadora Vinhos Novo Chile, o denominador comum para todo e qualquer “vinho de verão” é o frescor. “Esta característica é amplamente encontrada em brancos, rosés e tintos jovens, sem estágio em barricas de carvalho, vindos de regiões mais frias”, aponta.

Ele explica, ainda, que algumas uvas têm naturalmente mais acidez, como Sauvignon Blanc e Pinot Noir, resultando geralmente em vinhos frescos. “O enófilo também pode escolher rótulos com corpo mais leve e menor teor alcoólico, que vão pesar menos no paladar”,  complementa Giacomini.

Confira uma lista com 7 vinhos diretamente do Chile que trazem essas características e farão bonito no seu verão:

1. Avid Sauvignon Blanc (Valle de Casablanca)

Traz grande complexidade aromática, excelente acidez e equilíbrio, mesmo com teor alcoólico mais elevado, de 14%. É frutado, mineral, untuoso e com notas de salsa e capim limão. Harmonize-os com moquecas, nhoque ao pesto com lascas de parmesão, atum selado com crostas de gergelim, purê de mandioquinha e risoto de limão siciliano.

2. Erasmo Rosé de Mourvedre (Valle del Maule)

Elaborado com uvas colhidas manualmente e fermentado com leveduras nativas, este rosé delicado traz em sua análise sensorial aromas de frutas vermelhas, framboesas e flores selvagens; com acidez refrescante e equilíbrio com final frutado. Servir geladinho, ao lado de carnes brancas, massas leves e saladas; ou à beira da piscina.

3. Trapi Savage Pinot Noir (Valle de Osorno)

Um tinto macio, que exala aromas de frutas vermelhas frescas e suculentas. Vai bem da beira da piscina ao jantar com amigos. Saboreie-o com queijos de média intensidade, risoto de shitake e filé ao molho de ervas finas.

4. Laluca Merlot (Valle de Colchagua)

De cor rubi claro, este tinto possui aromas intensos de frutas vermelhas, como cereja e ameixa. Na boca é vívido e fresco. Harmonize com pimentões e legumes grelhados, salada de camarão e carnes brancas.

5. Erasmo Garnacha Alicante (Valle del Maule)

Suculento e equilibrado, traz intensos aromas de frutas vermelhas frescas e nuances de avelãs tostadas, resultantes do estágio em carvalho francês por três meses. Combine-o com uma tábua de queijos e embutidos, com massas ao sugo, pizza, hambúrguer e queijos de meia cura.

6. Laluca Malbec (Valle de Colchagua)

De um violeta profundo, traz notas de ameixa e violetas. De corpo médio, carrega consigo forte expressão de fruta no paladar, como framboesa e amoras. Para acompanhá-lo, nada como um polvo ou frango grelhados, carnes magras, massas com molhos vermelhos ou queijos de meia cura.

7. Fillo Carignan (Valle de Maule)

Elaborado a partir de vinhas velhas de 60 anos, traz um pouco mais de estrutura que os demais, mas é bastante floral e frutado. Com acidez de sobra e também um certo caráter mineral, tem final longo e intenso. Combina com peixes mais gordurosos, carnes brancas, vermelhas e sobremesas contendo frutas e cremes.