Prefeitura encerra programação do 1º Circuito Cultural Goiânia de Todas as Cores, com artistas LGBTQIAPN+

Festival inédito contou com shows e performances com representantes do movimento da diversidade e concurso Top Drags de Goiás, no Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro
1º Circuito Cultural Goiânia de Todas as Cores
O 1º Circuito Cultural Goiânia de Todas as Cores reuniu artistas LGBTQIAPN+ para apresentações no Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro, durante os meses de novembro e dezembro (Foto: Secult)

Chegou ao fim no último domingo (18), a programação do 1º Circuito Cultural Goiânia de Todas as Cores, que ocorreu entre os meses de novembro e dezembro, no Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro, com a participação de artistas LGBTQIAPN+. O festival promoveu discotecagem, oficinas de figurino, de maquiagem, shows e performances com representantes do movimento da diversidade na capital, além do concurso Top Drags de Goiás.

De acordo com o secretário municipal de Cultura, Zander Fábio, a proposta, agora, é de que o circuito faça parte do calendário cultural de Goiânia e que amplie a participação de artistas do movimento da diversidade. “Fizemos a primeira edição e foi um sucesso. Goiânia é uma cidade de todas as cores, a diversidade é muito rica e pulsante. Temos grandes artistas de arte transformista, música, teatro e dança. Nossa intenção é valorizar, incentivar todos os públicos e modalidades artísticas e, principalmente, reconhecer o potencial, o talento que temos. Portanto, ano que vem tem mais circuito”, afirma.

Victor Baliane, artista drag queen, ressalta que “a atual gestão da Prefeitura de Goiânia mostra que está aberta, acolhe e incentiva propostas em todas as modalidades culturais, e levanta a bandeira da inclusão”.

“O circuito foi uma oportunidade para mim e muitas de nós que queremos levar alegria, diversão, descontração e fazer a plateia sorrir. Fico até emocionada e agradeço ao prefeito Rogério Cruz e ao secretário Zander Fábio por todo respeito, carinho e pela abertura em receber, aprovar e proporcionar a realização deste evento”, destaca Victor Baliane.

A professora e moradora da Região Central de Goiânia, Regina Pereira, participou do evento e elogiou a qualidade das apresentações. “Ver os artistas a brilhar no palco dá para sentir que estão realizados. Alguns se emocionam, ficam nervosos por ser a primeira vez. Eu admiro muito a arte, é uma magia, um mundo cheio de cores, de brilho e de alegria. A Prefeitura de Goiânia, ao realizar o evento, mostra que todos têm espaço em meio às políticas públicas, que a democracia se faz presente na arte, na política e na gestão de uma cidade”, afirma.

Deixe um comentário


Confira também