Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Milton Gonçalves, ícone da TV brasileira, morre aos 88 anos

Segundo a família, ele morreu em casa, por consequências de problemas de saúde que vinha enfrentando desde que teve um AVC
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Ator e diretor Milton Gonçalves. Foto:(Divulgação/TV Globo)

Morreu nesta segunda-feira (30) aos 88 anos, no Rio de Janeiro, o ator e diretor Milton Gonçalves. O velório acontecerá nesta terça-feira (31) no Theatro Municipal, no Centro do Rio. O horário ainda não foi divulgado.

Segundo a família, ele morreu em casa por volta de 12h30, por consequências de problemas de saúde que vinha enfrentando desde que teve um AVC, em 2020. Na ocasião, o ator ficou 3 meses internado e precisou de aparelhos para respirar.

Nascido em 9 de dezembro de 1933, na pequena cidade de Monte Santo, em Minas Gerais, Milton Gonçalves já era ator da TV Globo mesmo antes de sua inauguração, em 1965. Na emissora, fez mais de 40 novelas, atuou em programas humorísticos e minisséries de sucesso, como as primeiras versões de Irmãos Coragem (1970); A Grande Família (1972); e Escrava Isaura (1976).

A última novela que o ator participou na TV Globo foi “O Tempo Não Para” (2018), quando interpretou o catador de materiais recicláveis Eliseu.