Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Goiânia Mostra Artesanato comemora 10 anos

Evento conta com mais de 60 expositores de todo o Estado e tem programação gratuita que inclui apresentações, oficinas e palestras
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
(Divulgação)

A Goiânia Mostra Artesanato acontece de 15 a 19 de março na Casa do Turismo, localizada ao lado do Centro de Cultura e Convenções de Goiânia, no centro da capital. A programação inclui exposição de mais de 60 artesãos de vários municípios do estado. A mostra conta com uma programação diversificada que prevê apresentações culturais, oficinas de artesanato e palestra.

Com programação gratuita, a abertura do evento acontece no dia 15 de março às 9h30 com apresentação do Circo Lahetô. Esta edição conta com apoio da Lei Aldir Blanc, das secretarias estaduais da Retomada, de Cultura, da Goiás Turismo, da Cooperativa de Trabalho dos Artesãos do Estádio de Goiás e do Senar, que traz as suas oficinas de artesanato.

Haverá exposição e venda de artesanatos em palha de milho, cerâmica, fibra de bananeira, capim do brejo, madeira, bambu e reciclados. Também serão expostos bordados, costura criativa e biscuit. A mostra ainda conta com venda de polvilho, rapadura, conservas de pequi, pimenta, doces cristalizados, mel, frutas e verduras orgânicas.

Cartão de visita de nosso estado, o artesanato movimenta uma cadeia econômica que envolve o turismo e promove distribuição de renda. Goiás está entre os 10 estados no ranking nacional de venda de artesanato. São mais de nove mil trabalhadores criativos cadastrados na plataforma do Sistema de Cadastro do Artesanato Brasileiro (Sicab).

Oficinas e palestra

Artesãos e todos aqueles interessados em aprender ou aprimorar habilidades artesanais podem participar das oficinas, que serão gratuitas e dispensam inscrições prévias. Na terça-feira (15) haverá oficina de palha de milho, com Fatinha e de arranjos decorativos, com Waldira Rodrigues. Elas acontecem das 10h às 12h e das 14h às 16h. Na quarta-feira (16), Nise Moretti ministrará oficina de pintura em seda às 9h e, Guaraci José de Freitas, de cestaria em bambu às 14h30.

Na parte da manhã de quinta-feira (17) haverá oficina de reaproveitamento do vidro, com Maria Aline Pettersen. Às 14h30 será oferecida oficina de pintura em telha, com Nise Moretti, e de bolsas de fibras naturais, com Márcia Suriano. A mostra também é uma oportunidade para qualificar os artesãos, que poderão participar também na quinta-feira, às 9h, da palestra sobre “artesanato, economia criativa e regeneração” com Décio Coutinho (Goiânia).

Na sexta-feira (18), às 9h, Mestre Guará oferecerá oficina de xilogravura e Márcia Suriano, de artesanato em palha de milho. Às 14h30, Valmir Neves é quem conduz a oficina de modelagem em argila. Ainda na sexta-feira teremos o “happy hour do artesanato”, com show da banda Zabumba Beach a partir das 18h. No sábado, às 9h, haverá mais uma oportunidade de aprendizado com Márcia Suriano, que oferecerá a oficina de tecelagem em fibra de bananeira. No mesmo horário, Dantas oferecerá a oficina de reaproveitamento do Cerrado.