Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Stock Car: Gabriel Casagrande conquista título com atuação exemplar na Super Final

Paranaense de 26 anos conquista dois pódios na etapa final, em Interlagos, e garante primeiro título na categoria
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Gabriel Casagrande comemora a conquista do título em Interlagos Foto: Marcelo Machado de Melo/Vicar

Gabriel Casagrande colocou seu nome na galeria dos campeões da Stock Car neste domingo (12), ao obter dois terceiros lugares na Super Final BRB, etapa que decidiu a temporada de 2021, neste domingo (12), no Autódromo de Interlagos. O piloto da A.Mattheis-Vogel chegou ao traçado paulista com 27 pontos de vantagem sobre Daniel Serra, e conseguiu manter a diferença para faturar seu primeiro título.

Casagrande somou 378 pontos na temporada, que contou com 24 largadas (duas por etapa). Serra atingiu 354 pontos no segundo lugar, com Thiago Camilo garantindo o terceiro lugar ao totalizar 310 pontos. Ricardo Zonta terminou em quarto (307) e Ricardo Maurício foi o sexto colocado, com 304.

Casagrande tornou-se o 18º campeão da história da Stock Car. O piloto paranaense conquistou duas vitórias ao longo da temporada, ainda nas primeiras etapas: na segunda, também disputada em Interlagos, e na terceira, realizada no Velocitta, em Mogi Guaçu (SP). O dono do Chevrolet Cruze número 83 também demonstrou enorme regularidade, com 14 pódios e duas poles positions. Ele também é o primeiro paranaense a vencer o campeonato desde David Muffato, em 2003.

Gabriel Casagrande lidera pelotão, com Daniel Serra logo atrás Foto: Duda Bairros/Vicar

“Tirei um peso das minhas costas, esse título muda tudo. Hoje, na nossa reunião pré-corrida, o Guga (Lima) me lembrou de um detalhe que eu até tinha esquecido: quando corria de kart com ele, falava que o meu sonho era ser campeão de Stock Car. Nunca fui muito deslumbrado com esse negócio de Fórmula 1. E hoje realizo o meu maior sonho. O Guga disse: ‘só vai e realiza o teu sonho que você vai ficar muito feliz’. Então, estou contente para caramba agora. Sou muito grato ao cara lá de cima por tudo o que foi posto. Agora vamos com um pouco menos de pressão para os próximos. A gente vai tentar mais. Temos carro e equipe para isso”, disse Casagrande.

Interlagos testemunhou ainda duas corridas das mais emocionantes neste domingo. Na primeira, Thiago Camilo tomou a liderança de Casagrande, o pole position, ainda nos metros iniciais para garantir a vitória, sua 37ª na carreira, igualando o número de Cacá Bueno e se tornando o maior vencedor em atividade ao lado do pentacampeão. Daniel Serra foi o segundo, e levou o campeonato para a segunda prova, sendo seguido por Casagrande.

Na segunda prova, Ricardo Maurício saiu com a vitória com um Chevrolet Cruze da Eurofarma RC, enquanto Ricardo Zonta, com um Toyota Corolla preparado pela RCM Motorsport, fechou a prova com o segundo lugar. Casagrande teve outra atuação notável e terminou a prova em terceiro, garantindo o título e o seu 14º pódio na temporada. Marcos Gomes, com um carro da Cavaleiro, foi o quarto, sendo seguido por Daniel Serra, que ficou com o vice-campeonato.

“Foi uma boa temporada, é logico que tem esse gostinho de ser vice. Mas o importante é que estou há cinco anos na Eurofarma RC e disputamos o título em todos os anos. Conquistei três campeonatos. Sabemos qual foi o problema desta temporada, Goiânia – perdi muitos pontos ali. Mas pegamos um adversário que estava de igual e muitas vezes melhor. Tem que dar os Parabéns para o Gabriel. Aumenta muito o valor do meu vice o nível de piloto que ele é. Fez um campeonato muito bom”, comentou Serra.

A Stock Car já se prepara para a temporada de 2022, que será aberta no dia 13 de fevereiro, em local que será divulgado em breve. Confira os resultados das corridas da 12ª etapa: