Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Copa Truck: Roberval e Cirino vencem e Mercedes-Benz faz a festa em Santa Cruz do Sul

Etapa do domingo foi marcada pela chuva constante; Cirino e Monteiro deixam o RS empatados com 67 pontos no topo da tabela.
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Os vencedores no geral Fotos: Duda Bairros/Copa Truck

A Copa Truck concluiu sua maratona de corridas em Santa Cruz do Sul (RS), válidas pelas etapas 1 e 2 da temporada 2022, com duas provas bem agitadas sob pista molhada, que renderam um domínio da Mercedes, que venceu ambas com Roberval Andrade e Wellington Cirino, além de um empate em pontos no topo da tabela entre Cirino e Beto Monteiro. Na Super Truck, Raphael Abbate, de Iveco, e Danilo Alamini, com um VW, levaram a melhor.

A conquista de Roberval coroou uma história fantástica envolvendo sua equipe, a estreante ASG: envolvida no forte acidente da corrida 2 do sábado, ela recebeu apoio dos times rivais e até precisaram buscar especialistas fora do autódromo para deixar o Mercedes #15 pronto a tempo.

O esforço acabou recompensado com três vitórias no fim de semana, uma vez que Cirino triunfara na corrida 1 do sábado. Para chegar à vitória, Roberval se aproveitou do enrosco entre Cirino e Paulo Salustiano para tomar a ponta e precisou de braço para suportar a pressão de Beto Monteiro, outro que deixou sua marca na etapa.

O pernambucano bicampeão disputou a vitória nas duas corridas até a bandeirada final, mostrando força, e sua regularidade, aliada aos resultados do sábado, o colocou com 67 pontos na tabela, empatado com Cirino, que leva a melhor no número de vitórias. Vencedor da prova 2 de ontem e pole neste domingo, Salustiano sai do Rio Grande do Sul com 65 pontos, apenas dois atrás dos líderes.

Enrosco na largada

Repetindo o mesmo feito do dia anterior, Raphael Abbate venceu novamente a corrida 1, herdando a posição do pole PP Fernandes, punido com um drive through por queima de radar. Na segunda prova, Danilo Alamini se aproveitou do enorme salseiro que rolou na primeira curva para subir ao G4 e liderar em sua classe sem ser ameaçado. Seu ritmo era tão bom que ele chegou até na frente do campeão de 2017 e lenda das pistas Felipe Giaffone.

“A equipe me prometeu o caminhão, fez um trabalho incrível que selou a força e união deste novo time e eu jamais imaginei que conseguiria vencer hoje. É muito emocionante vencer com este novo time e começar o ano mostrando que vem forte para brigar pelo título”, conta Roberval. “Assim como na vitória de ontem, a largada foi essencial. E tivemos sorte que o Beto Monteiro teve dificuldades no início, senão eu teria um desafio muito maior que tive”, completou Cirino.

“Foi um final de semana maravilhoso de estreia e um domingo muito conturbado, mas com ótimos resultados. Estou muito feliz com esse início e com a liderança do campeonato”, salientou Abbate. “Logo na primeira volta eu pulei de P12 para P3 e isso foi essencial para o resultado final tanto no geral quanto na minha classe, onde fechei o domingo com um P3 e um P1”, resumiu Alamini, o vice-líder da tabela com 63 pontos, 13 atrás de Abbate.

O próximo encontro da temporada acontece no dia 1 de maio, com a terceira etapa no solo sagrado de Interlagos. A íntegra das duas corridas pode ser vista e revista em nosso canal oficial no YouTube (www.youtube.com/copatruck) ou buscar os links em nosso site (www.copatruck.com.br).