Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Arquiteto André Lenza apresenta sofá Aruanã, inspirado na dança dos povos Karajás

Peça possui múltiplas opções de montagem
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
(Divulgação)

O arquiteto e designer goiano André Lenza sempre esteve ligado à sua terra e às suas origens. Partindo desse princípio, fez uma imersão na cultura regional e encontrou inspiração nas tribos indígenas e em suas danças para a elaboração de suas peças.

Lenza se destaca por um desenho limpo e estilo minimalista, onde os móveis apresentam silhuetas finas e elegantes. No sofá Aruanã, a base de MDF e os pés em aço carbono ressaltam trazendo leveza à estrutura mais robusta e acolhedora. Com múltiplas opções de montagem, os módulos – com braço ou sem – proporcionais concedem o mesmo diálogo entre os elementos e o todo, dando dinamismo aos mais diferentes layouts.

A peça é inspirada na dança indígena dos povos Karajás, localizados a 315km de Goiânia (GO). Sua estrutura apoiada sobre delicados pés remete às vestimentas largas de palha usadas pelos indígenas durante um dos seus rituais onde, durante a dança, parecem flutuar revelando apenas suas canelas finas. “Uma linda desproporcionalidade”, descreve o designer.

(Divulgação)
(Divulgação)