VIAGEM - 09/10/2018

Curta a primavera nos mais belos jardins do Brasil


Adeus ao inverno, olá para os dias mais quentes! A chegada da primavera contagia qualquer um com a beleza das flores, que desabrocham nas mais variadas cores e formas e embelezam praças, ruas, jardins e casas.

Em um país com uma fauna e flora tão rica como o Brasil, a gente acredita que se deve aproveitar a Primavera da melhor forma – no caso, aproveitando a época e fazendo passeios ao ar livre, admirando o melhor que a natureza tem a nos oferecer. É um momento para relaxar, aproveitar a família e os amigos ou, simplesmente, se deixar apaixonar pela beleza das flores.

Que tal se você, na sua próxima viagem, visitasse algum dos belos jardins que existem em nosso país? A Primavera vai até o fim de dezembro, tempo de sobra para organizar um passeio. Confira algumas das nossas sugestões:

Jardim Botânico (RJ)

(Foto: Rodrigo Soldon)

Importante ponto turístico da cidade, ele conta com uma área de 137 hectares, sendo 54 delas são cultivadas, além de abrigar coleções raras de espécies de flores como bromélias e orquídeas, árvores centenárias e plantas exóticas. O jardim conta com obras do século 16, e guarda um rico patrimônio histórico e cultural como o Jardim Japonês, criado em 1935 a partir da doação de 65 espécies de plantas típicas do Japão.

Jardim Botânico (Curitiba)

(Foto: Vanessa Barcia)

Além do Jardim Botânico do RJ, outra cidade que também abriga seu mais famoso ponto turístico é Curitiba. Inaugurado em 1991, foi criado a imagem dos jardins franceses e estende seu tapete de flores aos visitantes logo na entrada. Sua estufa, em estrutura metálica, abriga espécies botânicas que são referência nacional, além de uma fonte d'água. Outro destaque é o Jardim das Sensações, uma trilha de 200 metros de extensão, em que o visitante percorre de olhos vendados e consegue sentir as plantas com as mãos, ouvir a cascata, respirar o perfume das flores e o cheiro da terra.

Amantikir Garden (SP)

(Foto: Pedro de Carvalho Ponchio)

Inaugurado em 2007, o Parque Amantikir Garden fica localizado em Campos do Jordão, cidade do interior de São Paulo. Apresenta jardins de várias partes do mundo em meio a Serra da Mantiqueira e conta com mais de 700 espécies de plantas harmoniosamente divididas ao longo dos 60 mil metros quadrados. Aberto à visitação durante todo o ano, seus 26 jardins mostram, por meio da beleza, um pouco da cultura de cada país.

Instituto Inhotim (MG)

(Foto: Divulgação)

Localizado em Brumadinho, cidade a 60 quilômetros de Belo Horizonte, é a sede de um dos mais importantes acervos de arte contemporânea do Brasil, e o maior centro de arte ao ar livre da América Latina. O instituto localiza-se dentro da Mata Atlântica, possui áreas de preservação que compreendem os fragmentos de mata e incluem uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN). O jardim tem 4.300 espécies em cultivo, e está cercado por mata nativa, onde estão cerca de 1 500 espécies catalogadas de palmeira, a maior coleção do tipo do mundo.

Lago Negro (RS)

Considerado um dos pontos turísticos mais famosos de Gramado, cidade localizada no Rio Grande do Sul, esse lago guarda uma história peculiar. Em 1942, grande parte das árvores foram totalmente queimadas e para tentar conter o fogo, moradores abriram uma fenda no chão, onde encontraram uma vertente que mais tarde seria transformada em um lago artificial, o Lago Negro. Atualmente suas águas escuras e profundas são envolvidas pelo verde das árvores. O parque possui uma área total de quase 90 mil metros quadrados e a do lago de 17 mil m². A visita ao lago é recomendada a qualquer hora do dia, já que o local está sempre movimentado, e onde hortênsias e azaleias se revezam a cada estação em suas margens.

(Via ViajaNet)

Veja também