CULTURA - 06/02/2019

Cândido Portinari: oito obras para pensar o Brasil

História, religião e a vida se misturam aos traços grossos e cores fortes do artista paulista para retratar a realidade brasileira



Victor Lisita

Portinari é o pintor brasileiro que mais atingiu projeção internacional, sendo considerado um dos mais importantes pintores brasileiros de todos os tempos (Foto: Reprodução)

Nascido no interior de São Paulo, em uma fazenda de café localizada na pequena cidade chamada Brodowski, Cândido Portinari completaria 116 anos em dezembro de 2019. Filho de italianos, o artista brasileiro fez parte da fase modernista, sendo o segundo mais velho de 12 filhos. Se mudou para o Rio de Janeiro aos 15 anos, quando se matriculou na Escola Nacional de Belas Artes e começou a ter prestígio pela crítica. Após ganhar o Prêmio de Viagem ao Estrangeiro da Exposição Geral de Belas-Artes, em 1928, o trabalho de Portinari se tornaria conhecido ao redor do mundo.

Com traços únicos e o estilo diferente de qualquer outro artista nacional, as obras de Portinari sempre se voltaram para assuntos do Brasil. Temas históricos, religiosos e sociais são transportados para as telas da maneira com que o artista enxergava o povo, a natureza e as diferentes culturas. As cores fortes e os contornos grossos conversam com a dor e as dificuldades das pessoas, ao mesmo tempo que entrega trabalhos com elementos que remetem a infância, as brincadeiras e as pessoas em situações afetuosas e pacíficas.

O autorretrato do pintor, feito em 1957 (Foto: Reprodução)

Portinari pintou quase 5 mil obras durante toda a vida. A dedicação e o amor ao trabalho não afetaram somente a carreira do artista, mas também a saúde. No dia 06 de fevereiro de 1962, aos 58 anos, Cândido Portinari morre devido a intoxicação pelas tintas que utilizava nas telas, deixando para o Brasil um grande tesouro e servindo de influência para muitos outros.

Abaixo você confere oito obras do artista que refletem a história e o território brasileiro. Confira!

O Lavrador de Café (1934)

Mestiço (1934)

Meio Ambiente (1934)

Café (1935)

Futebol (1940)

Brodowski (1942)

Os Retirantes (1944)

Descobrimento do Brasil (1954)

Veja também