Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Royal Mansour Marrakech é eleito o melhor hotel na África

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Fotos: @RoyalMansour

A Condé Nast Traveler anunciou os resultados de seu Readers’ Choice Awards 2020 com o Royal Mansour Marrakech eleito como o Hotel #1 na África.  Mais de 715.000 leitores da Condé Nast Traveler enviaram suas avaliações sobre suas experiências de viagem em todo o mundo.

Construído a pedido do rei Mohammed VI de Marrocos, o icônico Royal Mansour Marrakech é uma magnífica vitrine de artesanato e design marroquino tradicional. O hotel é um mundo exclusivo de apenas 53 riads requintados com detalhes marroquinos intrincados. O spa Royal Mansour é mundialmente conhecido por sua treliça branca de tirar o fôlego, uma miríade de tratamentos de bem-estar e uma das melhores experiências de hammam do mundo.  Os hóspedes do hotel podem desfrutar da localização privilegiada do hotel, a poucos passos da Medina (mercado histórico) e a uma curta distância do museu Yves Saint Laurent.

Royal Mansour Spa

 A culinária no Royal Mansour é liderado pelo chef francês Yannick Alléno, que possui  três estrelas Michelin,  que cria pratos deliciosos em três dos quatro restaurantes do hotel, desde o sofisticado La Grande Table Marocaine, que serve pratos marroquinos requintados em um ambiente suntuoso, até o restaurante ao ar livre o Le Jardin, à beira da piscina cujo cardápio inclui pratos leves e sushi.  O restaurante Sesano, inaugurado em dezembro do ano passado, é o novo coração gastronômico do hotel – um maravilhoso restaurante italiano dirigido por Massimiliano Alajmo – o chef mais jovem do mundo a ter recebido três estrelas Michelin.

Restaurante Sesano

“É uma honra ser classificado como o melhor hotel da África. Este prêmio é a prova da incrível dedicação da minha equipe para garantir que Royal Mansour permaneça na vanguarda na hotelaria de luxo em todos os aspectos – incluindo gastronomia, bem-estar e design,” comentou Jean-Claude Messant, Diretor do Royal Mansour Marrakech. “Não vemos a hora de receber nossos amigos brasileiros de volta ao Marrocos

“Os resultados da pesquisa deste ano, conduzida no início da pandemia COVID-19, são uma prova do poder duradouro de uma experiência de viagem significativa”, disse Jesse Ashlock, editor da Condé Nast Traveler “Os vencedores representam o melhor do melhor para o nosso público e oferecem muita inspiração para o planejamento de viagens para todas as próximas aventuras que mal podemos esperar para ter.”

O Prêmio Condé Nast Traveler é o mais antigo e prestigioso reconhecimento de excelência na indústria de viagens e é conhecido como “o melhor dos melhores”.