Mendoza, na Argentina, se destaca entre os 100 melhores destinos turísticos do mundo

Província é o único lugar do país listado pela revista Time no The World’s Greatest Place of 2021
(Foto: Divulgação/Norberto Sica)

Desde 1923 a revista Time divulga uma lista anual com os 100 melhores destinos turísticos do mundo. A seleção é feita por colaboradores e correspondentes da publicação e leva em conta inúmeras cidades, países e regiões de todos os continentes. Para a felicidade dos argentinos, na edição deste ano foi a vez de ter um único representante nessa lista exclusiva: a Província de Mendoza.

Essa escolha foi motivada principalmente pela excelência culinária ao ar livre, uma prática muito comum na região. Por ser uma província agrícola tranquila na Argentina onde o vinho flui, comer respirando os ares da Cordilheira dos Andes é quase uma necessidade. A revista destacou ainda o Casa de Uco Vineyards & Wine Resort  que se encontra na região vinícola mais famosa do país e que possui seu próprio lago, onde, em suas margens, é servido um tradicional asado argentino. A experiência é realmente diferenciada e impressiona por proporcionar essa imersão nas vinícolas.

“Mendoza é um destino múltiplo, o que o torna atrativo para ser visitado durante todo o ano. Além disso, poder ficar na mente do consumidor e continuar presente nestes rankings deixa claro o posicionamento alcançado através das ações nos mais diferentes mercados turísticos do mundo”, disse Marcelo Montenegro, vice-presidente do Ente Mendoza Turismo.

As oportunidades para conhecer a região, que fica no lado leste da Cordilheira dos Andes, são muitas. Conhecida mundialmente por sua produção de vinhos – principalmente os Malbecs – Mendoza possibilita que os visitantes tenham atrativos o ano todo, da vindima à colheita e prova que, em muitos sentidos, essa lista anual é um estímulo para a retomada do turismo e as reaberturas de tantos destinos ao redor do mundo.

Com vista para a Cordilheira dos Andes e lago próprio, a Casa de Uco é excelente opção de hospedagem em Mendoza (Foto: Divulgação/Norberto Sica)

Deixe um comentário


Confira também