Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Atletas viajam para produzir o documentário "Questão de Equilíbrio", na Patagônia

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Highline, comumente conhecido como Slackline nas alturas, é o ato de equilibrar-se sobre uma fita, ancorada pelas pontas, a dezenas de metros do chão e uma das modalidades que movem o grupo Expedições Épicas, juntamente com a escalada. Composto por dez atletas, o Expedições Épicas sai de Goiânia na próxima segunda-feira (17/10) para vivenciar os esportes em lugares extraordinários.

O grupo produzirá um documentário, em parceria com a Dope Films, apresentando o Highline e a escalada como estilo de vida, passando por cerca de 20 cidades entre Brasil, Uruguai, Argentina e Chile, com previsão de três meses de expedição. “Questão de Equilíbrio” retrata os atletas que se identificam como membros de uma mesma coletividade, mostrando a essência do Highline, da escalada, do contato com a natureza e claro, da diversão entre amigos.

A ideia de lifestyle inclui formas de alimentar-se, relacionar-se, vestir e habitar. “Acreditamos que estes não são apenas esportes, mas também finas sintonias com as montanhas, que são sinônimo de felicidade. Queremos viabilizar o equilíbrio dos atletas, em todos os sentidos”, explica Denilson Rodrigues, um dos atletas.

Com preferência por praticar os esportes em lugares inóspitos, os atletas destacam nesta jornada lugares como Bariloche, Piedra Parada, El Chalten, Ushuaia, com paradas previstas no cronograma.

A atleta Jordana Agapito na escalada (Foto: Victor Rodrigues)