Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

7 restaurantes com estrelas Michelin para visitar em 2021 no velho continente

Regent Seven Seas Cruises indica roteiros com experiências gourmet em restaurantes premiados
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Uma das partes mais divertidas de qualquer viagem é experimentar e descobrir os diferentes sabores que cada lugar é capaz de nos proporcionar por meio da gastronomia. Pensando nisso, a Regent Seven Seas Cruises, a principal linha de cruzeiros marítimos de luxo do mundo, indica 7 roteiros incríveis pelo velho continente em 2021 que oferecem a oportunidade de visitar restaurantes com estrelas Michelin nos destinos explorados.

  1. Geranium em Copenhagen, Dinamarca

Em agosto de 2021, o Seven Seas Splendor navegará de Londres (Southampton) para Copenhagen, Dinamarca, em 14 noites. Os hóspedes desfrutarão de longos dias de verão, belas paisagens no Báltico visitando 10 portos na Noruega, Suécia, Letônia, Estônia, Rússia e Finlândia, incluindo pernoite na Suécia e na Rússia. Para finalizar o roteiro, um jantar no único restaurante da Dinamarca com nada menos que 3 estrelas Michelin; Geranium em Copenhagen. Uma combinação de natureza e tecnologia está no centro do menu progressivo do chef Rasmus Kofoed – os pratos foram descritos como arte comestível.

  1. Il Ridotto em Veneza, Itália

No mediterrâneo, a dica é o roteiro Atenas-Roma, em setembro de 2021, a bordo do Seven Seas Voyager, onde os hóspedes poderão descobrir as maravilhas da Grécia, Turquia, Croácia e Itália. Os pernoites do navio em Veneza, aliás, podem ser perfeitos para os turistas se mimarem no Il Ridotto, um dos cinco restaurantes “La Serenissima” premiados com uma ou duas estrelas Michelin. A casa foi inaugurada em 2006 por Gianni Bonaccorsi e o menu apresenta apenas ingredientes da mais alta qualidade, tanto da terra como do mar. O restaurante é pequeno, tem apenas nove mesas, mas é muito elegante. É recomendável reservar com antecedência.

  1. La Vague d’Or em Saint-Tropez, França

Saindo de Roma, em de agosto de 2021, o Seven Seas Mariner chegará em Mônaco após um passeio maravilhoso pelo Mediterrâneo ocidental visitando destinos na Itália, França e Espanha. Portos de escala clássicos incluem Livorno, Itália e Toulon, França, além de paradas mais incomuns, como Ibiza, na Espanha. O navio sai de St-Tropez por volta das 23h00 do penúltimo dia do cruzeiro, o que permite bastante tempo para desfrutar de um jantar no La Vague d’Or, um restaurante muito celebrado, reconhecido com nada menos que três estrelas Michelin. O restaurante está localizado no exclusivo hotel Cheval Blanc, St Tropez, cercado por palmeiras e vista para o mar. O chef Arnaud Donckele prepara uma culinária mediterrânea excepcional com uma homenagem à Normandia, onde estão suas raízes.

  1. Yoshi em Monte Carlo, França

De Barcelona a Monte Carlo, Monâco, o Seven Seas Mariner aproveitará os destaques do Mediterrâneo Ocidental em um cruzeiro de nove noites em setembro de 2021, ao visitar portos na Espanha, França e Itália. Monte Carlo é um dos dez distritos de Mônaco, conhecido por suas belas praias, cassinos e residentes ricos e famosos, por isso não é de admirar que haja nada menos que seis restaurantes com estrelas Michelin. Os amantes de sushi e sashimi irão deliciar-se com o Yoshi com uma estrela Michelin, o primeiro restaurante do falecido e mundialmente famoso chef Joël Robuchon a servir cozinha japonesa.

  1. Spondi em Atenas, Grécia

Em outubro de 2021 o Seven Seas Splendor partirá de Istambul, via Kusadasi, Turquia e cinco ilhas gregas, para Atenas, na Grécia. A cidade da antiguidade grega, Atenas, tem três restaurantes com estrelas Michelin, incluindo o Spondi, que recebeu duas estrelas. Em 2002, o restaurante foi o primeiro em Atenas a receber este reconhecimento com um menu que apresenta pratos de inspiração francesa, acompanhados por vinhos gregos, franceses e italianos.

  1. Lasarte em Barcelona, Espanha

Saindo de Veneza, Itália, em setembro de 2021, o Seven Seas Mariner viajará para uma série de portos italianos, bem como destinos na Grécia, Mônaco e França durante 10 noites, desembarcando em Barcelona, Espanha. Um país famoso por sua comida requintada, não é de admirar que só Barcelona tenha 20 restaurantes com uma ou mais estrelas Michelin. Lasarte ganhou três estrelas por oferecer, não apenas uma refeição, mas uma viagem épica para os sentidos, apresentando autênticos pratos espanhóis e catalães com um toque moderno composto pelo chef Martin Berasategui.

  1. Le Pressoir d’Argent em Bordeaux, França

Em um cruzeiro de dez noites, o Seven Seas Voyager partirá de Londres (Southampton), Reino Unido para Barcelona, Espanha e explorará portos na França, Espanha e Portugal. Um dos destaques do cruzeiro é um pernoite em Bordeaux, conhecido por seus vinhos cabernet sauvignon e merlot. Além de vinhos finos, os apreciadores de gastronomia também têm oito restaurantes com estrelas Michelin para descobrir. Le Pressoir d’Argent, do chef Gordon Ramsey, deve seu nome à prensa de lagosta personalizada que abriga, criada pelo renomado ourives Christofle. O restaurante deve as suas duas estrelas à perfeita execução da gastronomia da região da Aquitânia, aliada a um serviço impecável.

Em outubro de 2021 o Seven Seas Splendor partirá de Istambul, via Kusadasi, Turquia e cinco ilhas gregas, para Atenas, na Grécia. A cidade da antiguidade grega, Atenas, tem três restaurantes com estrelas Michelin, incluindo o Spondi, que recebeu duas estrelas. Em 2002, o restaurante foi o primeiro em Atenas a receber este reconhecimento com um menu que apresenta pratos de inspiração francesa, acompanhados por vinhos gregos, franceses e italianos.