Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Vacina contra Covid-19 pode provocar inchaço em áreas com preenchimento facial

Odontóloga explica que a vacina pode contribuir para o surgimento de edemas momentâneos em áreas preenchidas por ácido hialurônico. Entenda porquê!
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
(Foto: Shutterstock)

A cada dia surgem novas informações, dúvidas e questionamentos sobre a vacina contra a Covid-19. Um dos mais recentes diz respeito à relação entre a vacina e o aparecimento de edemas (inchaços) nas faces de pessoas que têm preenchimentos de ácido hialurônico.

Cirurgiã dentista especialista em harmonização facial, Nayara Motta explica que a vacina pode, de fato, provocar inchaço em áreas preenchidas por ácido hialurônico, mas o efeito é momentâneo e pode ser tratado pelo profissional capacitado a realizar o procedimento.

“O preenchimento é um corpo estranho que foi injetado no nosso organismo. Só de passarmos por uma sessão de preenchimento já estamos sujeitos a termos um Edema Transitório Intermitente Persistente (Etip), o que chamamos comumente de inchaço. Isso ocorre porque nosso sistema imunológico reage a corpos estranhos, e o inchaço é essa resposta do organismo, que ocorre justamente nas áreas em que há corpos estranhos”, ressalta.

A especialista explica que, como a vacina é um corpo estranho, pode ser que provoque uma reação de inchaço momentâneo nos locais em que há preenchimento – que é outro tipo de corpo estranho no organismo. “Esses inchaços também podem ocorrer em decorrência de uma inflamação como a sinusite, rinite, gripe, ou qualquer infecção viral ou bacteriana. Portanto, não é algo causado especificamente pela vacina contra a Covid-19, nem tampouco um motivo para não tomá-la”, ressalva.