Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

União Europeia atinge meta de vacinar 70% da população adulta contra Covid-19

Apesar disso, países do leste europeu, como a Bulgária, vacinou completamente apenas um quinto de sua população
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen (Reprodução/Twitter @vonderleyen)

A Comissão Europeia informou nesta terça-feira (31) que 70% da população adulta da União Europeia (UE) estão totalmente vacinados contra a Covid-19, cumprindo a meta que foi estabelecida no começo do ano.

O anúncio marca a estratégia de vacinação da UE após um início lento, mas também aponta diferenças grandes entre países do bloco – alguns ultrapassam a meta de 70%, enquanto outros da região do leste, a mais pobre, estão muito atrás.

“Setenta por cento dos adultos da UE estão totalmente vacinados. Quero agradecer a muitas pessoas que tornaram essa grande conquista possível”, tuitou a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

Em janeiro, a comissão disse que “até o verão de 2021, Estados-membros deveriam ter vacinado um mínimo de 70% da população adulta”.

Entendeu-se que cada um dos 27 países integrantes da UE deveria atingir a meta até setembro. Temendo não consegui-lo, muitos criticaram a comissão em reuniões internas, mostraram documentos vistos pela Reuters.

Agora, o bloco como um todo já vacinou 70% de sua população adulta, o que significa que pelo menos 255 milhões de pessoas já receberam ou as duas doses das vacinas da Pfizer/BionTech, AstraZeneca ou Moderna ou uma da Janssen, da Johnson & Johnson, de dose única.

Mas a situação varia muito entre os países. Malta já vacinou mais de 90% de sua população adulta, Portugal e Irlanda superaram a marca de 80% vacinados e a França superou a de 70%, de acordo com dados do Centro Europeu de Controle e Prevenção de Doenças (ECDC).

No leste europeu, por outro lado, a Bulgária vacinou completamente um quinto da população, a Romênia cerca de 30% e Croácia, Letônia, Eslovênia e Eslováquia estão com cerca de metade da população maior de 18 anos totalmente vacinada contra a Covid-19.