Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Termo entre Fiocruz e AstraZeneca prevê produção de vacina no Brasil em dezembro

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
A vacina contra o novo coronavírus desenvolvida pela Universidade de Oxford deve começar a ser produzida no Brasil em dezembro. A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e a empresa farmacêutica AstraZeneca assinaram um documento com os detalhes do processo de transferência de tecnologia para a produção da vacina contra a covid-19 no Brasil. O acordo com o Reino Unido deve possibilitar a produção de 100 milhões de doses da imunização.
Foto: Tânia Rego/Agência Brasil

Para dar condições para a produção da vacina no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz), o Ministério da saúde vai investir R$ 522,1 milhões para o processamento do material. Também serão necessários R$ 95,6 milhões para que sejam feitas adaptações nos laboratórios. O Ministério da Saúde vai pagar R$ 1,3 bilhão para a compra da tecnologia e do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA).

De acordo com o documento assinado pelas partes, o projeto foi desenhado de forma que a Bio-Manguinhos terá condições de produzir a vacina de forma totalmente independente.

Fonte: Brasil 61