Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Pilates é uma das atividades mais eficientes para a melhora da qualidade de vida

Saiba sobre a técnica e como auxiliar durante e pós-covid-19 na reabilitação de pulmões afetados pela doença
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Fonte: freepik

Exercícios de Pilates podem auxiliar, e muito, na reabilitação de pulmões afetados pela Covid-19, afinal, a respiração é um dos princípios básicos que regem a filosofia do Pilates, onde é trabalhada de uma forma tridimensional. A caixa torácica é empurrada para o lado e para trás com a ação do diafragma e dos músculos intercostais e os músculos abdominais e do assoalho pélvico mantêm-se contraídos.

O ideal é que ao sentir os primeiros sintomas da Covid-19, já iniciar os exercícios de respiração utilizados na técnica, que podem ser realizados on-line com auxílio de um profissional qualificado e, como toda a reabilitação, devem ser feitos pelo menos de 2 a 3 vezes ao dia, fazendo com que pessoa respire de forma mais funcional e harmônica.

“É necessário fazer uma avaliação técnica e respeitar a condição do paciente, mas sim, é possível fazer os exercícios on-line mesmo enfermo e em isolamento. Com os exercícios de Pilates usando técnicas de respiração adicionais da fisioterapia e de consciência corporal, conseguimos ampliar a capacidade da caixa torácica e os músculos auxiliares da respiração. Dessa forma temos resultados mais eficazes”, explica Natália Lima, instrutora do método e terapeuta holística do Espaço Tatva, em São Paulo.

Fonte: Divulgação

A cada dia a pessoa vai sentir uma leve melhora e a recuperação já é bem perceptível a partir da primeira semana. O método também pode ser feito por quem nunca fez `Pilates ou mesmo quem não tem o hábito de fazer exercícios físicos. “Inicialmente, é utilizado exercícios de respiração usando apenas os braços e, durante a melhora, entram os grandes músculos, como o quadríceps, o que ajuda a aumentar a capacidade de oxigenação do corpo”, diz a instrutora.

Jackson Andrade, sócio do Espaço Tatva, durante o tempo que esteve com a doença perdeu 70% da capacidade pulmonar e, já no hospital onde estava internado, utilizou a técnica da respiração de Pilates on-line com a Natália, o que resultou em uma melhora bem mais rápida. “No primeiro dia internado, já iniciei os exercícios, a cada movimento, era uma crise de tosse. Na semana seguinte, já consegui fazer uma sequência inteira e, daí para frente, a cada dia, só melhoras”, relata ele.