Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Início do outono favorece aparecimento de doenças respiratórias

Médico ressalta que, em meio à pandemia de Covid-19, sempre que houver dúvidas sobre o diagnóstico, é importante procurar um profissional de saúde
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
(Foto: Shutterstock)

Este sábado, 20 de março, marca o início do outono. Nessa época, em que ocorre a transição do período chuvoso para o seco, a umidade do ar e a temperatura começam a diminuir e, com isso, aumenta a concentração de poluentes na atmosfera. Isso favorece o aparecimento de doenças respiratórias, como explica Jefferson Pitelli, otorrinolaringologista do Hospital Anchieta de Brasília.

“A grande concentração de poluentes na atmosfera, bem como a concentração de pessoas em locais pouco ventilados, predispõe ao aparecimento de doenças respiratórias, estando entre as mais comuns: gripes, resfriados, bronquite, asma, rinites e sinusites”, pontua o médico. Pitelli chama a atenção para a semelhança dos sintomas dessas doenças e da covid-19. “Como estamos enfrentando a pandemia, sempre que houver dúvidas, procure um especialista para realizar o diagnóstico correto”, aconselha.

Para evitar problemas futuros, ele lista algumas medidas simples que ajudam a prevenir os problemas respiratórios comuns dessa época, bem como a covid-19. São eles:

  • Manter-se hidratado;
  • Lavar as mãos e utilizar álcool gel sempre;
  • Utilizar máscaras de proteção;
  • Manter o ambiente arejado;
  • Evitar locais com aglomerações;
  • Manter hábitos saudáveis como alimentação equilibrada, prática regular de atividade física e sono adequado.