Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Covid-19: população recusa vacinas em drive-thru de Goiânia devido a “marca” de imunizante

Morador poderá será colocado no fim da fila de vacinação
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
(Foto: Jucimar Sousa)

Segundo a Prefeitura de Goiânia, das 2 mil senhas distribuídas para vacinação nesta terça-feira (13), no drive-thru do Passeio das Águas, apenas 1.654 foram aplicadas. O motivo é a recusa por parte da população em tomar os imunizantes disponíveis no local.

Em nota, a Prefeitura ressaltou que a escolha por determinadas vacinas e a recusa em tomar imunizantes específicos durante a pandemia do coronavírus é um desrespeito à quem quer se vacinar e esclareceu que todas as vacinas ofertadas são seguras, eficazes, aprovadas pela Anvisa e a única forma de prevenir contra a Covid-19.

Nos próximos dias, o prefeito Rogério Cruz assinará decreto que penaliza quem se recusar a tomar a vacina devido ao fabricante, com o envio do morador para o final da fila, isto é, quando todos os goianienses com mais de 18 anos estiverem vacinados.