Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Governo cria 762 leitos e mantém 15 unidades para atendimento em todas as macrorregiões do Estado

Gestão estadual implanta 284 leitos de UTI e 478 de enfermaria para enfrentamento da pandemia. Além de sete hospitais de campanha, população conta com unidades de saúde que ofertam leitos de internação em 13 municípios
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Todas as cinco macrorregionais de saúde, que são estratégicas para garantir o atendimento à população em todo o Estado, possuem unidades públicas habilitadas para o tratamento de pacientes com suspeita ou diagnóstico de Covid-19. No total, a gestão do governador Ronaldo Caiado abriu 762 leitos para tratamento da doença, sendo 284 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 478 de enfermaria, de acordo com levantamento da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Desde o início da pandemia, em março, até o final de julho, os hospitais localizados no Centro-Oeste, Centro-Sudeste, Centro-Norte, Sudoeste e Nordeste de Goiás, já realizaram mais de 160 mil procedimentos, número que engloba exames, atendimento de urgência e de emergência e as mais de 4 mil internações, seja de enfermaria ou de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

Ao todo, o Governo de Goiás implantou, ampliou ou reestruturou 15 unidades de saúde, que estão sob a gestão do Estado ou atende por meio de convênios, em 13 municípios. A lista inclui sete Hospitais de Campanha para Enfrentamento ao Coronavírus (HCamp), situados em Goiânia, Águas Lindas de Goiás, Luziânia, Formosa, São Luís de Montes Belos, Itumbiara e Porangatu.

Dentre as oito unidades restantes, quatro são do Governo de Goiás, ligadas diretamente à SES: Hospital de Doenças Tropicais Dr. Anuar Auad (HDT), Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), Hospital Estadual de Trindade (Hutrin) e Hospital de Urgências de Anápolis Dr. Henrique Santillo (Huana). As demais são instituições habilitadas pelo Ministério da Saúde e reguladas pelo Estado nos municípios de Rio Verde, Mineiros, Jataí e Catalão.

Para o atendimento dos pacientes, o Governo de Goiás já adquiriu 360 respiradores, incluindo as compras feitas pela gestão estadual e as doações recebidas do Ministério da Saúde e de instituições parceiras.

Além das internações em leitos de UTI e enfermaria, que são encaminhadas via regulação, de acordo com o perfil de cada unidade, a população também tem acesso a atendimentos de urgência e de emergência, exames de raios X, tomografias, eletrocardiogramas, ultrassonografias e análises clínicas.

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás