Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Governo do estado lança programa Coopera Goiás

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Governo do estado lança programa Coopera Goiás
Governador Ronaldo Caiado. Foto: Octacílio Queiroz
O governador Ronaldo Caiado, acompanhado da primeira-dama e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais, Gracinha Caiado, lançou nesta terça-feira (1º/12) o programa Coopera Goiás. Caiado destacou que a iniciativa, realizada em parceria com e Organização das Cooperativas Brasileiras no Estado de Goiás (OCB/GO), prevê ações para o fortalecimento do cenário cooperativista goiano, além de alavancar a retomada da economia, gerar emprego e renda no Estado.
Segundo o governador, o cooperativismo tem “maior capacidade de aglutinação das pessoas em prol do bem comum”. “O que faz com que haja, junto ao cooperativismo, um processo que você exalta também a solidariedade, as ações conjuntas, para que o cidadão seja o beneficiário final”, destacou Caiado durante o lançamento do programa, que ocorreu na sede da OCB/GO, em Goiânia.
Caiado também ressaltou a importância de fortalecer a cultura da cooperação entre as secretarias, agências, autarquias do Estado, e da união com todos os segmentos da sociedade para enfrentar os desafios pós-pandemia. Atendendo uma solicitação do presidente da OCB-GO, Luís Alberto Pereira, o governador garantiu que vai realizar uma série de reuniões com os prefeitos goianos no sentido de estimular a criação de novas cooperativas. “O sentimento é de aglutinar essas forças, as cabeças pensantes, as experiências já existentes para multiplicarmos ela com um potencial enorme de enfrentar esse desemprego que virá pela frente”.
Presidente da OCB-GO, Luís Alberto Pereira, garantiu ao governador que o cooperativismo está pronto para ser parceiro do Estado na retomada do emprego, da renda e na geração de desenvolvimento. “Nesse momento de dificuldades sanitária e de saúde, precisamos nos unir, e o cooperativismo sabe se unir com outras pessoas como ninguém, e também sabe se unir para gerar emprego e renda”, disse.
A parceria entre Governo de Goiás e OCB/GO vem sendo estreitada desde agosto deste ano. Por meio da Secretaria da Retomada, a atual gestão têm promovido diversas ações conjuntas, como o compartilhamento de informações e de bancos de dados de cooperativas, análise e assessoria de atos constitutivos de cooperativas, estímulo ao registro e observância à legalidade dos atos, realização de palestras e visitas técnicas conjuntas, promoção de intercâmbios e realização de benchmarking.
“Quem está junto em uma cooperativa tem mais proteção e força para enfrentar esse problema que o mercado sofreu”, disse o titular da Secretaria da Retomada, César Moura, ao falar da pandemia da Covid-19. Sobre a criação Coopera Goiás, ele ressaltou que a ideia é “protegê-los desse momento atual e fortalecer para qualquer problema que tenha no futuro”.
Uma das ações previstas no programa, que também conta com a parceria da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), é oferecer para as cooperativas goianas cursos com foco em cooperativismo, qualificação profissional e apoio ao mercado. Além disso, poderão utilizar as assessorias para suporte à gestão e governança.
Parceria entre a Secretaria da Retomada, Universidade Estadual de Goiás (UEG) e OCB/GO também vai disponibilizar os Colégios Tecnológicos (Cotecs), localizados nas unidades da UEG no interior do Estado, para sediarem cursos ligados ao cooperativismo e ao estímulo aos arranjos produtivos locais (APLs). O foco é o fortalecimento da economia local. Também foi anunciada a criação de uma pós-graduação em cooperativismo, a partir da parceria entre as três entidades.
Na solenidade desta terça-feira, ainda foi assinado convênio entre a Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg) e OCB/GO. O acordo prevê a cooperação mútua, com recursos humanos, técnicos e materiais entre as partes, de forma que possam atuar com sinergia e como instrumentos de estímulo, fomento e apoio às cooperativas goianas.
Rivael Aguiar, presidente da GoiásFomento, destacou, também, que o Governo de Goiás está em constante debate com as cooperativas de crédito para que exista o compartilhamento de tecnologia e de processos. “Agora pretendemos avançar com o repasse de recursos para as cooperativas”, disse.
Participaram do evento o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos de Souza Lima Neto; o reitor da Universidade Estadual de Goiás (UEG), Valter Gomes Campos; a diretora-geral da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Adryanna Caiado; os presidentes Euclides Barbo (Junta Comercial do Estado de Goiás – Juceg), Edwal Portilho, o Chequinho (Associação Pró-Desenvolvimento Industrial de Goiás – Adial) e Rubens Fileti (Associação Comercial, Industrial e de Serviços do Estado de Goiás – Acieg).
E ainda, o presidente do Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico de Goiânia e Região Metropolitana (Codese), Carlos Alberto de Paula Moura Júnior; o vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), André Rocha e o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado de Goiás (Sindiposto), Márcio Martins, representando a Federação do Comércio do Estado de Goiás (Fecomércio).