Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Com a presença do presidente Jair Bolsonaro, maior Usina Fotovoltaica é inaugurada em Caldas Novas (GO)

Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Fotos: Júnior Guimarães e Hegon Correa

Na oitava visita que faz ao  Estado, presidente diz que investe em Goiás porque tem economia promissora e governador que prioriza diálogo.  Evento conta, também, com presença do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque. Ele aponta empreendimento como “referência” pelo pioneirismo na inserção de tecnologias sustentáveis para produção de energia limpa e renovável.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, neste sábado (29/08), que o “Governo Federal investe em Goiás porque é um Estado promissor e tem um governador que dialoga”. A declaração foi dada durante sua oitava visita oficial ao Estado, para inauguração da usina de energia fotovoltaica do Grupo Di Roma, em Caldas Novas, a maior em perímetro urbano no Brasil e a nona em dimensão em todo território nacional. Na ocasião, ao lado do governador Ronaldo Caiado, o presidente até propôs a mudança de seu slogan: “Brasil acima de tudo, Goiás acima de todos, e que Deus abençoe”, indicando que o Estado é o coração do País.

A declaração de Bolsonaro sobre os investimentos em Goiás ocorreu em resposta ao reconhecimento de Caiado sobre o bom relacionamento com o presidente e seus ministros. “Depois de Juscelino Kubitschek, Bolsonaro é o presidente que mais investiu no Estado de Goiás”, ressaltou.

Caiado mencionou a atenção que Bolsonaro dá ao Estado, especialmente nas áreas de saúde, educação, segurança pública, infraestrutura – com as obras da Ferrovia Norte Sul e duplicação da BR-153 – e, mais recente, o auxílio emergencial aos cidadãos goianos em meio à pandemia. “Goiás recupera sua capacidade em total parceria com o Governo Federal. É o Estado mais visitado pelo presidente desde que assumiu a Presidência da República, e isso nos traz uma alegria enorme”, completou.

O governador pontuou, ainda, como tem sido profícua a convivência com o presidente, que, a despeito do cargo que hoje ocupa, manteve a essência e a personalidade tão marcante e conhecida dos eleitores. “O poder não mudou o homem Jair Bolsonaro, pelo contrário. Ele continua cada vez mais responsável por aquilo que a sociedade deseja: liberdade, tranquilidade, oportunidade de emprego e condições de uma política social que seja acessível a todos os brasileiros e goianos.”

Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque referiu-se à nova usina como “referência para Goiás e o País” pelo pioneirismo na inserção de tecnologias sustentáveis para produção de energia limpa e renovável, o que resulta na modernização de instalações e na redução de despesas com a conta de energia. “O Brasil é um exemplo para o mundo em termos de sustentabilidade na geração de energia. As fontes limpas e renováveis representam 85% da capacidade brasileira, enquanto a média do mundo é 24%, o que nos anima e enche de orgulho”, assinalou.

O ministro ressaltou, ainda, a determinação de Ronaldo Caiado para garantir a qualidade nos serviços de fornecimento de energia à população goiana. Bento Albuquerque citou as diversas reuniões promovidas entre ele, o governador e representantes da Enel. “Desde início de 2019, na posse de nosso presidente, Caiado atua para viabilizar a melhoria do serviços.”

Proprietária do Grupo Di Roma, a empresária e deputada federal Magda Mofatto, que idealizou o projeto, lembrou que só agora, com mais de meio século de vida, Caldas Novas recebe pela primeira vez a visita de um presidente da República no pleno exercício das funções. “Isso mostra com clareza o quanto o presidente Jair Bolsonaro dá atenção a todos os municípios.” Magda falou da importância do turismo enquanto um dos maiores geradores de emprego e renda, e que a cidade goiana, na condição de maior manancial hidrotermal do mundo, é o principal destino turístico do interior do País.

A parlamentar pontuou, ainda, que a indústria do turismo é a que mais preserva o meio ambiente. “Agora, saímos mais uma vez na frente, com energia limpa e sustentável.” E ressaltou que tais projetos só são possíveis pelas facilidades e incentivos da União para aquisição dos equipamentos com isenção de impostos. “Palmas para o presidente Jair Bolsonaro e palmas para o Governo Federal. Nossos agradecimentos também ao governador Ronaldo Caiado pelos incentivos”, completou a deputada.

*A usina*

A usina fotovoltaica inaugurada em Caldas Novas é fruto de um investimento privado, mas que, como ressalta o governador Ronaldo Caiado, reflete o desejo do cidadão goiano de “ser referência em tecnologia, respeito ao meio ambiente, aumento da produtividade e qualidade de vida”.

Com um espaço físico de 75 mil metros quadrados e 16.578 módulos fotovoltaicos, a usina possui uma potência de 5,6 milhões de Watt-pico (Wp), montante capaz de iluminar 4.256 residências ao considerar um consumo médio padrão de 157 de quilowatt-hora (kWh).

*Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás*